Plantas Ornamentais

3 plantas muito natalícias

Em Portugal, dezembro combina com Natal, com inverno e com frio. E frio não combina com a maior parte das flores. Mas as floreiras esperam que lhes dediquemos alguma imaginação para as manter vivas e alegres. Apresentamos três sugestões em tons natalícios, utilizando os materiais que a natureza nos dá: flores, folhas, bagas e claro, a sempre esplendorosa, estrela-de-natal.

Estrela-de-natal

A estrela-de-natal – Euphorbia pulcherrima – vale por si mesma e enche qualquer lar. É possível combiná-la com outras plantas com sucesso decorativo. É o caso das galtérias – Gaultheria procumbens – e das madressilva-de-trombeta – Lonicera sempervirens – pela tonalidade das folhas e forma das bagas. Para obter floreiras ou vasos mais compostos, podemos juntar os fetos – Nephrolepsis exaltata – e os espargos, Asparagus setaceus. Refira-se, como curiosidade, que Euphorbia pulcherrima significa “a mais bela (pulcherrima) das eufórbias”. As suas grandes pétalas encarnadas, que facilmente são confundidas com a flor, são, na verdade, brácteas – folhas com coloração viva.

Bola de neve

O Viburnum opulus (também conhecido como bola de neve) prima pela opulência da sua floração, de abril a maio, surpreendenos de igual forma no inverno, pela sua folhagem avermelhada. Este efeito da folha é tão ou mais admirável na Coprosma Repens ‘Rainbow Surprise’ (surpresa do arco-íris) que, como o nome indica, muda de cor ao longo do ano; adquire cor verde, no verão, laranja, no outono, e encarnada, no inverno. A conjugação com a Nandina domestica e com a Gaultheria procumbens enriquece este conjunto pelo contraste das folhas, que permanecem verdes todo ano, e pela cor das suas bagas nesta época.

A beleza dos cíclames

Os cíclames – Cyclamen persicum –  florescem no final do outono e estão em floração durante o inverno. Para a época do Natal, sugerimos os de flor encarnada e branca. Para além da beleza e durabilidade das flores, os cíclames proporcionam com a sua folhagem um outro espetáculo, em forma de coração, no seu tom de verde bastante forte pintalgado a branco.

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Subscreva o nosso canal no Youtube e siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest.

Artigo de Inês Costa Macedo e Carla Almeida

Poderá Também Gostar