Cultivar Bio

8 tarefas de primavera

Na primavera muito há para fazer no jardim, terraço ou varanda, os dias estão maiores e mais quentes, as plantas precisam de mais cuidados e para viver a primavera em pleno, arregace as mangas, pegue nas ferramentas e vá jardinar! Estas são as tarefas de primavera que deve fazer:

1. Fertilizar as suas plantas em geral

As plantas sofreram com o frio e as chuvas e agora para enfrentar o calor, a floração e a frutificação devem estar bem alimentadas. O meu fertilizante favorito é húmus de minhoca, é o que coloco em todos os vasos do terraço. Se fizer compostagem, esta é a época para colocar composto em todas as suas plantas no jardim.

Hortênsias.

2. Garantir que tem hortênsias azuis

Deve acidificar o canteiro ou vaso onde as tem, colocando substrato para plantas acidófilas ou adubando-as com adubo azulador, este garante uma acidificação do substrato e da rega. Siga as indicações do fabricante e aplique este adubo na primavera e verão uma a duas vezes por mês.

Veja o vídeo: Como plantar e cuidar de orquídeas

3. Mudar as plantas de vaso ou mudar o substrato

Se as plantas em vaso (dentro ou fora de casa) começam a dar sinais de que estão com o substrato esgotado (ficam amarelas, secas, com pouca folha ou flor) é sinal que precisam de mudar de vaso e/ou substrato. Se o vaso for muito grande, pode optar por remover só a camada superficial e adicionar novo substrato ou húmus de minhoca. Se o vaso é pequeno, mude a planta para um ligeiramente maior, aproveite para limpar e desbastar a planta. Coloque um substrato já fertilizado adequado a cada tipo de planta.

DICA: Quando mudar a planta de vaso escolha um vaso ligeiramente maior e coloque novo substrato fertilizado.

4. Limpar e desbastar arbustos e herbáceas perenes

Tire um dia para fazer uma “limpeza de primavera” no seu jardim, varanda ou terraço. Retire folhas caídas, secas e velhas, plantas mortas ou mal conformadas. Corte ramos secos, reduza arbustos, herbáceas ou trepadeiras (apenas os que ainda não estiverem em flor) que estejam mais envelhecidos ou que estejam a ficar desequilibrados. A seguir incorpore substrato como foi dito anteriormente.

DICA: Esta é uma tarefa importante para a planta não desperdiçar energia com partes mortas ou secas e concentrar-se na floração e/ou frutificação.

5. Podar sebes

O número de podas dependerá do tipo de planta utilizada em sebe, mas normalmente na primavera, como o crescimento das plantas é maior, principalmente no caso das sebes talhadas, devemos podar para que a sebe não perca a forma.

6. Mondar

Com o calor e a humidade, as infestantes começam a aparecer um pouco por todo o lado, é hora de mondar. Arranque-as à mão (sempre pela raiz), com a ajuda de um sacho, sachola ou mondador. Pode também recorrer a métodos tradicionais como colocar sal (para as zonas pavimentadas) em último caso pode recorrer a herbicidas específicos, mas nunca para as hortícolas ou aromáticas que vai consumir.

7. Combater pragas e doenças

Com o aumento da temperatura e humidade as pragas e as doenças aparecem, muitas delas evitam-se se as plantas estiverem nas condições ideais de luz e temperatura e “bem alimentadas” com um bom substrato, parte delas combatem-se facilmente com métodos naturais.

RECEITA: Combate a pragas e infestantes como cochonilha, pulgão, afídio, etc. Uma mistura de um litro de água, uma tampa/medida de detergente amarelo da loiça, uma colher de sopa de álcool. Pulverize as plantas afetadas com esta mistura, ou embeba um pano ou algodão e lave as partes atacadas.

Leia também: Plantas auxiliares que combatem pragas

8. Plantar herbáceas anuais de primavera/verão

Reserve algumas bordaduras de canteiros, foreiras ou vasos e dê-lhes um toque da estação e garanta cor toda a primavera. Plante petúnias, portulacas, lobélias ou flor-da-baunilha (heliotropium), este último embora seja perene muitas vezes funciona como anual sendo substituído no final da estação, tem a mais valia de ter um aroma a baunilha.

Leia também: Não há primavera sem petúnias

 

Fotos: Thinkstock

Poderá Também Gostar