Hortícolas e Frutícolas

Alho-francês: propriedades e usos medicinais

propriedades

Esta semana é dedicada ao alho-francês. E como não podia deixar de ser, depois da ficha de cultivo, de alguma história, dicas e cuidados a ter com esta hortícola, chegou a hora de ficar a conhecer as suas principais propriedades nutricionais e usos medicinais.

Da família das cebolas e dos alhos, este vegetal é rico em vitaminas A e C, potássio, cálcio, fósforo, carotenóides e possui um baixo teor calórico, pelo que é recomendado em dietas.

Geralmente utilizado na culinária no Egito e Médio Oriente, o alho-francês deve ser consumido o mais cru possível, uma vez que perde algumas das suas propriedades naturais quando cozinhado.

Este vegetal tem vários benefícios para a nossa saúde. É um alimento anti-inflamatório e anti-cancerígeno e que ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue, uma vez que atrasa a absorção dos açúcares no trato intestinal e assegura o seu metabolismo pelo organismo.

Ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares tais como ataques cardíacos, derrames e situações de baixa pressão arterial. Esta hortícola reduz o colesterol “mau” (LDL) e aumenta o colesterol “bom” (HDL). Facilita também o controlo da diabetes e do peso.

O alho-francês é conhecido ainda pelos seus efeitos na luta contra a anemia e artrite reumatoide. Contribui na eliminação do ácido úrico do sangue e melhora o sistema imunitário e urinário. A nível respiratório, atenua sintomas de bronquite e de sinusite.

Foto: Pixabay

Fontes: Atlas da saúde e Globalenf

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube.

Poderá Também Gostar