Aromáticas e Medicinais

Como cultivar erva-príncipe

Com o seu aroma a limão e as suas propriedades desinfetantes, digestivas e calmantes, a erva-príncipe é a minha infusão favorita.

É utilizada frequentemente como condimento na culinária tailandesa. É um excelente repelente para insetos, na Tailândia e Brasil é utilizada próxima de pântanos para afastar os mosquitos.

Veja o vídeo: Cultive um jardim de infusões

Ficha de cultivo

Nome científico: Cymbopogon citratus

Exposição solar: Sol, não suporta bem o frio

Solo: Rico em matéria orgânica e bem irrigado no verão

Ciclo de vida: Perene

Época de plantação: Primavera

Densidade de plantação no terreno: 4-5 plantas/m2

Floreira/vaso: Dá-se bem em vaso ou floreira mas necessita de alguma profundidade, coloque-a em vasos com cerca de 30 cm de diâmetro e pelo menos 30 cm de profundidade.

Colheita: Qualquer época do ano, vá cortando as folhas à medida das suas necessidades. Consomem-se as folhas.

Manutenção: Muito resistente a pragas e doenças, pode-a várias vezes ao ano. Quanto mais podar, mais bonita fica.

Necessidades em água: Necessita de pouca água (uma rega semanal). Não aguenta o excesso de água nem solos mal drenados. Pode ser cultivada perto das couves, pois é benéfica.

Propriedades: Para além da utilização como condimentar, a sua infusão é digestiva, calmante, diurética e alivia as cólicas menstruais. Quando tenho tosse, a infusão de erva-príncipe alivia-me bastante.

Foto: Thinkstock

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube.

Poderá Também Gostar