Plantas Ornamentais

Cuidados a ter com as rosas no verão

As rosas são consideradas por muitos as “rainhas” do jardim. A beleza singular faz delas símbolos dos jardins românticos e mediterrânicos. Por esta razão, as roseiras são muito procuradas em Portugal por quem tem um jardim ou uma varanda. Para que atinjam o pico da sua beleza, as roseiras precisam de cuidados adequados ao longo do ano.

Estas são as tarefas que deve fazer no verão:

É essencial utilizar adubo e substrato adequados a roseiras.

1. Adubar

Para que sejam saudáveis e tenham floração abundante, as roseiras precisam de ser adubadas três vezes ao ano com adubo específico. A primeira adubação deve ser feita no início da primavera, a segunda no início do verão e a terceira no final do verão. Tenha roseiras em canteiro ou em vaso, utilize adubo próprio para rosas, como o da Siro, que fornece os nutrientes necessários à planta.

Para a plantação ou transplantação, utilize o substrato Siro Roseiras, elaborado com uma formulação específica, contendo componentes que  estimulam o desenvolvimento correto do sistema radicular da planta e asseguram um aproveitamento otimizado da água e dos nutrientes para uma floração abundante e duradoura.

Tome nota: deve regar as rosas antes e depois da fertilização – o solo deve estar húmido.

2. Regar

A rega durante o tempo quente e seco é essencial para as roseiras. A quantidade de água com que deve regar varia consoante o tipo de solo e as condições específicas do tempo. Na maioria dos casos, uma rega abundante uma vez por semana ou de duas em duas semanas será suficiente. Regue diretamente o solo, evitando molhar as folhas e flores, para não incentivar doenças.

Tome nota: Pode aplicar mulch – como casca de pinheiro – por cima do solo à volta das roseiras para conservar a humidade e controlar ervas daninhas.

Mancha das folhas.

3. Controlar pragas e doenças

As doenças que mais afetam as rosas são a mancha das folhas (Diplocarpon rosae), o oídio e a ferrugem. As pragas mais comuns são os ácaros e os afídeos. Para controlar tanto pragas como doenças, é preciso, antes de mais, dar as condições básicas de manutenção apropriadas às roseiras. Depois, é essencial aplicar os produtos próprios para cada situação de acordo com as instruções.

4. Podar ligeiramente

Remova folhas ou flores secas para encorajar o crescimento das roseiras. Certifique-se de que utiliza uma tesoura de poda limpa.

Descubra mais sobre o substrato e o adubo para roseiras no site da Siro.

Imagens: Thinkstock, Siro

Powered by Siro

Poderá Também Gostar