Manutenção Geral

Cuidados básicos a ter com a madressilva

A madressilva é uma trepadeira, e, como tal, existem certos cuidados a ter quando chega a hora de a plantar. Conheça aqui alguns dos cuidados básicos que deve ter com a madressilva e outros tipo de trepadeiras.

Plantação de trepadeiras

Quando vai plantar as suas trepadeiras, tenha em atenção que, principalmente quando estamos junto a muros, podem ser zonas que foram durante as obras sujeitas a acumulação de cascalhos, betão, etc. Certifique-se de que o solo fica bem drenado e fértil e mobilize-o até ficar descompactado e apresentar uma estrutura solta e ligeira, adicione também muita matéria orgânica para melhorar a estrutura do solo.

Tal como se deve fazer com os arbustos, antes de plantar, regue abundantemente ou mergulhe o vaso num balde (mas não deixe a planta ficar a boiar, coloque água suficiente para cobrir o recipiente sem a planta perder o equilíbrio).

Quando está a plantar junto a muros, não se esqueça de deixar espaço para o desenvolvimento das raízes, principalmente no caso dos arbustos que conduzimos em trepadeira (esta distância deve ser 30-40 cm), não tenha a tentação de encostar completamente à parede.

Pode colocar umas varas de bambu/vide/madeira inclinadas (mais ou menos a 45º para conduzir temporariamente a trepadeira até à parede), ou simplesmente deixá-las com o tutor com que vêm inclinadas para a parede, tendo o cuidado depois de retirar o tutor.

Há plantas que aguentam ser encostadas completamente aos muros, pois são verdadeiras trepadeiras que precisam de muito pouco solo para viver, é o caso da hera, ficus, etc.

Distância ou compasso de plantação

Plante os vários exemplares com pelo menos 0,60 m de distância entre eles, podendo chegar esta distância a 1 m se estivermos a falar de trepadeiras compradas já grandes (2/3 m de comprimento). Desta forma, permitiremos que a planta cresça em boas condições fitossanitárias e que não fique “deformada” em busca de espaço de sobrevivência e de sol.

Condução das trepadeiras

Nunca se deve esquecer que quando vai plantar as trepadeiras junto de um muro ou estrutura de apoio deve primeiro colocar os suportes de apoio: que podem ser arames zincados ou esticadores com camarões.

Tenha em atenção que deve ser uma estrutura que consiga apertar facilmente quando os arames começam a ficar lassos. Estes suportes devem ser ficados antes da plantação para evitar compactar o solo depois da plantação, o que pode prejudicar o crescimento das plantas.

Quando conduzimos um arbusto em trepadeira , temos de o fazer desde muito cedo. Todos os anos temos de acompanhar a condução das trepadeiras, no caso das caducas a melhor altura é o final do outono ou início do inverno, pois conseguimos ver melhor a estrutura de ramos e agarrá-los bem à parede ou estrutura onde estão apoiadas. No caso das trepadeiras de folha persistente, a melhor altura para os conduzir é antes da floração, pois com o peso das flores ou estruturas muitas vezes ficam danificadas. Aproveite a altura das podas (após a floração) e aperte os esticadores e as estruturas de apoio se for caso disso, aproveite também para substituir algumas que estejam mais danificadas.

Foto: Thinkstock

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube.

Poderá Também Gostar