Hortícolas e Frutícolas

A cultura da beringela

A beringela é o fruto da planta Solanum melongena, uma solanaceae arbustiva anual, originária da Índia, considerada de fácil cultivo e que pertence à mesma família do tomate, da batata e do pimento.

Segundo alguns historiadores, o cultivo da beringela começou como planta ornamental, na Índia, há cerca de 4000 anos, tendo chegado à Europa no século XIII através dos árabes da Península Ibérica, que eram e ainda são grandes apreciadores deste fruto.

Quando comprar, opte pelas beringelas mais firmes e que apresentem uma cor uniforme, forte e brilhante. Nunca escolha as beringelas com manchas ou enrugadas e que estejam muito maduras, pois geralmente são amargas. Para retirar o gosto amargo da beringela, pode cortá-la ao meio e esfregá-la com sal, ou então, pode deixá-la coberta com água e sal, limão ou vinagre, durante 15 a 20 minutos.

Para conservar as beringelas, depois de cortadas, lave, escorra, seque com papel absorvente e guarde no frigorífico; assim, podem durar de uma a duas semanas. Existem diferentes variedades de beringela, em função do tamanho, da cor (podem ser de um roxo muito escuro, brancas ou com riscas lilases) e da forma (alongada ou arredondada), sendo a mais comum entre nós a roxa-escura e alongada, mas se for apreciador, prove a branca, pois acho que vai ficar surpreendido pela positiva.

A beringela tem propriedades capazes de reduzir o colesterol, especialmente o LDL (conhecido como colesterol mau), diminuir a pressão sanguínea, além de ser recomendada nos casos de artrite, diabetes e inflamações da pele em geral. Tem pouquíssimas calorias, cada 100 gramas do vegetal cru tem cerca de 26 calorias. Por este motivo, é uma excelente opção para quem quer perder peso.

Cuidados do cultivo

A beringela é uma planta tropical que necessita de temperaturas acima de 20° C para se desenvolver bem. Por isso, plante em local quente e soalheiro. O solo deve ser rico e é importante mantê-lo húmido. Se semear, pode deixar as sementes em água por 24h antes de as pôr na terra e depois semeie em estufa, pois, para germinar, necessitam no mínimo de 24° C.

Transplante assim que as novas plantas tiverem tamanho suficiente para serem manuseadas e mantenha uma distância de 40 a 50 cm entre elas. Dependendo do porte da variedade a cultivar e do tamanho dos frutos, a beringela pode precisar de tutores para que a planta ou seus ramos não caiam. As plantas podem ser amarradas com cuidado a estacas verticais ou podem ser usados outros suportes, como por exemplo, suportes circulares de arame apropriados para este fim.

A colheita das beringelas inicia-se de três a seis meses após o plantio, dependendo da variedade e das condições de cultivo. Os frutos são colhidos quando estão bem desenvolvidos, lustrosos, lisos, com cor brilhante e ainda jovens, pois muito maduros tornam-se opacos, começam a enrugar e podem amargar.

Os frutos devem ser manuseados com cuidado para não sofrerem ferimentos que podem acelerar muito a sua deterioração. Para a colheita, o melhor é usar luvas e uma tesoura de poda, pois o fruto é muito difícil de arrancar e pode ser espinhoso junto ao caule.

Sabia que?

Apesar de ter chegado à Europa no século XIII, a beringela só foi aceite como alimento em toda a Europa no século XVIII. Até lá foi utilizada pelos italianos e ingleses somente como planta ornamental.

Conhecida como “maçã louca”, a beringela era acusada de causar insanidade. Os franceses, inclusive, acreditavam que ela seria capaz de causar epilepsia. O nome beringela é oriundo do termo persa badnjan, mas ela também é conhecida como “planta dos ovos” (eggplant em Inglês), que vem da variedade branca com formato de ovo, existe até uma variedade que se chama “Easter Egg” (Ovo de Páscoa).

Fotos: Thinkstock e Pixabay

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar