Pragas e Doenças

Esca da videira

Fique a conhecer as principais características desta doença e saiba como pode combatê-la.

Doença

Esca (Stereum hirsutum e Polyporus igniarus).

Características

Doença causada por dois fungos, que se desenvolve nas feridas da videira provocadas pela poda.

Ciclo Biológico

A contaminação destes fungos tem origem nos cortes defeituosos, originados pela poda da videira. Os primeiros fungos a penetrar não são os que a vão infectar; mas conferem à madeira uma cor escura e uma consistência mais dura. Só depois há uma invasão dos fungos S. hirsutum e P.igniarus, tornando a madeira mole e amarelada. A água e o calor aceleram o processo e assim a vegetação murcha bruscamente, devido ao desequilíbrio hídrico.

Plantas mais sensíveis

Videira

Danos/sintomas

A rebentação é tardia e a vegetação fraca. Por vezes pode existir uma falta de vigor num só braço da videira e o outro ter um desenvolvimento normal. A fraca rebentação pode ser acompanhada por uma coloração verde amarelada. Estes sintomas podem manifestar-se ao longo de vários anos, até as folhas ficarem amarelas.

O sintoma mais característico acontece entre as nervuras das folhas mais idosas, formando-se manchas descoloradas, que evoluem para zonas castanhas necrosadas. Essas manchas unem-se, apresentando a folha faixas castanhas secas entre as nervuras e nas margens. As folhas acabam por cair e os cachos não se desenvolvem. Se cortarmos o tronco transversalmente, a parte central apresenta uma zona amarelada enegrecida, mais ou menos desfeita, pulvorolenta. Se todos estes sintomas evoluírem muito rapidamente, dá-se o nome de “Apolexia”.

Prevenção/aspetos agronómicos

Evitar instalar a vinha em terrenos argilosos, profundos e frescos; desinfetar a tesoura, quando efectua a poda; não fazer grandes cortes e amputações; Drenar bem os solos; Não plantar videiras em zonas que tenham sido contaminadas; Queimar lenha que tenha sido infectada; Utilizar um produto protector nos cortes efectuados;

Um método tradicional, consiste em abrir o tronco com um machado, impedindo que se feche e colocar uma pedra, para permitir a circulação do ar; Comprar material vegetal isento de doenças, controlado e certificado.

Foto: Pedro Rau

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

 

Poderá Também Gostar