Plantas Ornamentais

Guia: cultivar e cuidar de próteas

Exóticas, coloridas e com flores grandes que chamam a atenção, as próteas são uma planta ótima para decorar o jardim ou mesmo a casa. As cerca de 100 espécies de próteas conhecidas pertencem à família das Proteaceae, que tem mais de 83 géneros com cerca de 1,660 espécies.

Protea compacta.

Protea compacta.

Cultivar próteas no jardim

Quando plantadas no jardim, as próteas devem ter as seguintes condições:

Solo

Deve ser arenoso, na maioria dos casos, com um pH ácido (5.5/6.5) e bem drenado, para que as raízes recebam oxigénio suficiente. Evite ter próteas num solo argiloso. O solo deve ainda ser pobre em nutrientes; não toleram fósforo, por isso use apenas adubo próprio para próteas. No caso de o solo ter um pH maior do que 6.5, adicione turfa e sulfato de ferro ao mesmo antes de plantar a prótea.

Rega

Durante o primeiro ano após a plantação, as próteas precisam de mais água do que o habitual para garantir o desenvolvimento saudável das raízes. A partir do segundo ano, basta regar uma vez por semana nas alturas de maior secura.

Exposição solar

As próteas adoram sol – quanto mais recebem, mais florescem. Por isso, não as plante em locais onde haja sombra.

Temperaturas

As próteas toleram alguns graus abaixo de zero, em especial se o frio for gradual e se não houver muita humidade. Gostam de arejamento.

Mulching

Pode aplicar mulch orgânico (de folhas ou casca de pinheiro, por exemplo) por cima do solo onde a prótea está plantada. Isto ajuda a controlar as pragas.

Protea Little Prince.

Cultivar próteas em vaso

Se não tem jardim, ou se mora num local com invernos muito rígidos, pode ter próteas em vaso. A Protea ‘Little Prince’ (ver imagem acima) é uma das espécies que pode ser cultivada desta forma.

Substrato

Deve ser bem drenado e ácido (pH de 5.5 a 6.5). A nível de composição, recomenda-se que escolha um substrato com 30% de perlite.

Rega

No verão, regue a prótea abundantemente pelo menos uma vez por dia.

Fertilização

Durante o verão, deve fertilizar a planta uma vez por semana com uma solução de 0,25g/l de adubo sem fósforo e 0,25 g/l de quelato de ferro. No outuno adube só de duas em duas semanas.

Exposição solar e temperatura

As próteas não gostam de estar à sombra; devem estar numa zona da casa com luz solar. No inverno, se as temperaturas forem de vários graus abaixo de zero, resguarde a planta.

Fotos: Flora Toscana

Powered by Flora Toscana

Poderá Também Gostar