Decoração Jardins

Como ter um jardim rústico com cercas

Assim como os muros, as cercas são utilizadas para delimitar espaços no jardim e proporcionar intimidade. São mais económicas e oferecem muitas possibilidades decorativas. As cercas mais rústicas são de madeira e as variedades em termos de formas e acabamentos é enorme. Desde as clássicas paliçadas, que deixam ver o que fica por detrás, até às sólidas de painéis, passando por outras de abertura intermédia, como as entrançadas. Veja a seguinte seleção que preparámos.

cercas

1- As de estacas (paliçadas) constituem um fundo agradável para as plantas, embora não ofereçam demasiada intimidade.

Não são difíceis de construir, basta colocar os postes em bases de betão e prender a estes os travessos com pragos. Depois, crave as estacas aos travessos para que fiquem ao mesmo nível que os postes e a cerca de 5 cm do solo. O espaço entre as estacas deve ser igual ou inferior à largura destas.

2- A rústica por excelência é a de troncos redondos, de castanheiro ou pinheiro.

As cercas podem terminar em ponta e os postes devem ser cravados com intervalos regulares de 8 ou 10 cm. Por serem abertos, conferem pouca intimidade, sendo mais adequadas para criar barreiras internas do que para marcar limites. Para não se deteriorarem, retire a casca dos troncos e submerja-os em conservante antes de os colocar. Substitua os troncos podres.

3- Manutenção da cerca

Embora o acabamento natural case melhor com as plantas, todas as madeiras necessitam de verniz conservante para não apodrecerem e suportarem melhor as agressões da permenete exposição às intempéries. Este tratamento deve ser feito palo menos de dois em dois anos. Também pode pintar da mesma cor da casa ou de outras estruturas do jardim, de forma a obter um conjunto harmonioso.

4- A presença das roseiras reforça a primeira impressão positiva ao entrar no jardim.

Neste jardim, as rosas “Masquerade” assumem o papel de anfitriãs. São companheiras perfeitas para a cerca de estacas quadradas pintadas de branco. Quando for necessário pintar, aproveite a época da poda para esta operação, ou seja entre finais do inverno e início da primavera, antes da brotada.

5- Separação de zonas

Nada como a elegância das margaridas para uma sebe de troncos cortados perder um pouco de importância na função de marcar os limites da parcela de terreno. Para separar ambientes, são mais adequadas as gelosias de paínéis pré-fabricados com amdeiras moles ou com madeiras duras de melhor qualidade. Todos são perfeitos suportes para plantas trepadeiras.

6- Aproveite os restos da poda de árvores e arbustos.

Escolha os troncos mais grossos e curtos para formar os pilares (verticais) e os mais delgados e largos para os horizontais. Uma estrutura deste tipo pode não servir para manter afastados os roedores das plantações vizinhas mas para animais de maior porte constitui um forte dissuasor.

Fotos: Pixabay

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar