Decoração Jardins

Lagos e jardins aquáticos

Nenúfares em flor

Planear um lago, fontanário ou cascata pode tornar-se uma tarefa interessante seguindo conselhos simples. Primeiro, deve verificar as condições existentes. A água e os seus iões negativos têm efeitos benéficos para o organismo e por isso devemos pensar qual o espaço do jardim onde podemos usufruir destes benefícios.

Localização

Escolha um local protegido do jardim que não esteja exposto diretamente ao sol todo o dia. Quatro horas diárias de sol direto serão o ideal para evitar a perda de água excessiva por evaporação e a multiplicação mais rápida das algas. Localize tubagens de água, eletricidade, gás e telefone subterrâneas para não interferir com a construção. Procure não localizar o elemento de água por baixo de uma árvore, sobretudo com ramos pendentes para não bloquear a luz necessária ao desenvolvimento da maioria das plantas aquáticas, assim como alterar a qualidade da água. Algumas folhas de árvores, como os rododendros e laburnos, são tóxicas para os peixes.

Lago com plantas aquáticas

Relevo

Escolha uma depressão ou uma parte mais baixa no terreno para tornar a sua tarefa mais fácil e natural. Se pensarmos na natureza, encontramos os lagos e cursos de água na parte baixa dos vales, aproveitando a topografia natural do terreno. Se o terreno é inclinado, aproveite o que a natureza oferece e considere a instalação de uma cascata na parte mais elevada, ficando em destaque e beneficiando da gravidade para produzir uma queda de água. Tem também como benefício um efeito relaxante e um aumento da oxigenação da água, importante para a manutenção da vida animal.

Barril convertido em tanque

Dimensões

Se não tem espaço ou se o seu orçamento não lhe permitem a criação de um lago grande, opte pela criação de um cenário diferente, como é o caso de uma fonte de parede, um lago em barril, um bebedouro ou mesmo um antigo tanque de lavar a roupa. Deixe a sua imaginação ajudar nesta tarefa. Deve também adequar a escala do elemento aquático ao seu jardim. Por exemplo, se tem uma área de jardim grande, com um relvado extenso, árvores de grande porte e outras estruturas tais como mobiliário ou equipamentos, a dimensão do lago deverá ser proporcional.

Formas

Um elemento aquático pode ter as mais diversas formas, mais naturais ou mais geométricas, que deverão estar em sintonia com o jardim. Se isso não for importante para si, aproveite os contornos do seu terreno para criar o seu lago ou jardim aquático.

Pequeno tanque de água em madeira

Revestimentos

Consoante a utilização que quer dar ao seu elemento aquático, a escolha do revestimento irá variar. Alguns materiais possíveis:

  • Revestimentos de tela plástica (liner), são flexíveis na forma, fáceis de instalar e permitem aproveitar espaços diversos.
  • Lagos pré-fabricados de fibra de vidro ou outros materiais de plástico são também de fácil instalação e manutenção e mais adequados para estilos formais. Têm uma durabilidade maior que a tela plástica.

Plantas e animais

Para que o seu elemento aquático fique completo, pode fazer uma seleção de peixes de água fria (carpas) e rãs, distribuindo plantas aquáticas numa proporção que permita a entrada de luz necessária para os peixes, criando abrigo contra os seus predadores.

Plantas ornamentais

Nenúfares, íris, prímulas, entre outras, consideradas aquáticas, semiaquáticas ou de zonas pantanosas.

Plantas oxigenantes:
  • Chara spp.
  • Ludwigia palustris
  • Tillaea spp.

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube

Poderá Também Gostar