Passo a Passo

Multiplicação de plantas por divisão de tufo

De entre as várias técnicas de que dispomos para multiplicar plantas, a divisão de tufo é provavelmente a mais simples, e aquela que vamos explicar de seguida.

Quando devemos fazer a divisão de tufos

Esta técnica é especialmente útil para plantas que não produzem sementes, principalmente os híbridos usados na jardinagem, e garante que obtemos plantinhas todas iguais com características que conhecemos bem e que desejamos.

Plantas que podemos multiplicar desta forma

Muitas herbáceas perenes e anuais podem ser multiplicadas pela divisão de tufos; plantas como os gapantos, aspidistras, cebolinho, cana-da- índia, erva-príncipe, estrelícias, fetos, gramíneas em geral, hemerocales, hostas, juncos, kniphofias, liríopes, margaridinhas-do-campo, morangueiros, ofiopógon, prímulas, ruibarbo, entre outras.

Como fazer a divisão por tufo de qualquer planta

1. Escolher uma planta que já tenha o aspeto de estar bastante desenvolvida, com bastantes partes possíveis de dividir e que se apresente saudável;

2. Regar bem, umas horas antes de remover, para que se apresente bem hidratada e não sofra tanto com a divisão;

3. Se estiver no solo remove-la inteira com uma enxada, de modo que venha com as raízes ainda cobertas de solo. Se estiver num vaso, remover a planta na sua totalidade do vaso.

4. Limpe a planta das suas partes secas, como restos de folhas hastes de flores ou frutos ou outras estruturas que se apresentem secas;

5. Retire o excesso de solo que cobre as raízes. Pode fazer esta operação sacudindo simplesmente ou agitando dentro de um recipiente com água;

6. Comece a dividir o tufo tentado destacar as partes com as mãos de modo que cada parte destacada contenha raízes. Se for difícil, por as raízes estarem demasiado densas e enleadas, pode recorrer a ferramentas como um sacho dentado, tesoura de poda, serra, canivete ou outro utensílio que permita e facilite esta tarefa;

7. Uma vez dividida a planta em várias partes, cada uma dela com parte aérea e raízes deverá de seguida proceder à sua plantação ou envasamento. Por uma questão de reduzir a transpiração das novas plantas é usual reduzir o tamanho das folhas a metade. De seguida regue bem.

Como dividir cebolinho

1. Escolha uma planta bem desenvolvida e remova-a da terra com torrão.

2. Limpe e remova as partes secas da planta, bem como o excesso de terra que cobre as raízes.

3. Faça a divisão do tufo, tendo o cuidado de destacar partes da planta que tenham sempre uma parte de raízes.

4. Se não conseguir fazer esta operação só com as mãos pode recorrer a uma ferramenta como um sacho, tesoura de poda ou canivete para ajudar na separação (caso da prímula e do morangueiro).

5. Uma vez dividida a planta poderá proceder à sua plantação. Deverá podar a parte aérea para reduzir a evapotranspiração.

Leia também: Aproveite e multiplique plantas para a horta

Gostou deste artigo? Siga a Jardins no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar