Plantas Ornamentais

Flores que estão bonitas em abril

É oficial… chegou a primavera e uma panóplia de cores invade os jardins e ruas. Destacamos as flores cor-de-rosa do castanheiro, da bauínia e da grevílea, as flores roxas do massaroco e as “mil” flores brancas das grinaldas-de-noiva.

Aesculus x carnea Hayne (Castanheiro-das-flores vermelhas)

Árvore caducifólia, um híbrido entre o Aesculus hippocastanum e o A. pavia. Flores em panículas cor-de-rosa. O fruto espinhoso faz lembrar uma castanha (não é comestível e é tóxico!), apresenta frutificação em setembro quando as suas folhas adquirem cores outonais.

Família Sapindaceae.

Altura 15 metros.

Propagação Por semente ou por estaca.

Época de plantação Outono.

Condições de cultivo Pleno sol/meia sombra. Solos calcários, ricos e frescos; média humidade.

Manutenção e curiosidades Fácil manutenção; crescimento rápido; tronco direito e copa bem definida, serve para árvore de alinhamento. Suscetível ao cancro dos castanheiros e à traça-da-castanha.

 

Bauhinia variegata L. (bauínia-de-flor cor-de-rosa)

Grande arbusto ou pequena árvore caducifólia, de copa larga, originária E. Ásia (Índia e China). Flores cor-de-rosa por vezes variegada de branco. As flores assemelham-se à flor da orquídea, o seu nome vulgar em inglês é orchid tree. Folhas verde claro com forma bilobada, que se assemelha a uma borboleta. O fruto é uma vagem.

Família Fabaceae Altura Até 6 m.

Propagação Estacaria ou alporquia.

Condições de cultivo Sol pleno, necessita de um solo húmido, sem encharcamento.

Manutenção e curiosidades Sensível ao frio. Nos países de origem é comum a utilização da casca, folhas, flores e raízes para tratamento de problemas gastrointestinais e respiratórios.

 

Coronilla valentina subsp. glauca (L.) Batt. (pascoinhas)

Arbusto perenifólio, ramificado, endémico da região mediterrânica, autóctone de Portugal Continental. As folhas são compostas, de cor verazulado ou cinzento-prateado (glauca). As suas fragrantes flores amarelas apresentamse em conjunto, como se de uma coroa se tratasse, daí o nome Coronilla. Apesar época de floração ter início no inverno, ganha maior expressão na Páscoa, por esse motivo no nosso país é conhecida por pascoinha. O seu fruto é uma vagem.

Família Fabaceae

Altura 0,5 – 1 m.

Propagação Pode ser feita através de semente, ou por estaca.

Época de plantação Primavera/outono.

Condições de cultivo Sol pleno, exposição a sul ou a este. Qualquer tipo de solo, desde que estejam assegurada a drenagem.

Manutenção e curiosidades Tolerante à seca e resistente à geada. É boa para plantar em solos calcários pobres, porque como leguminosa possibilita a fixação do azoto. Pode ser feita uma poda de rejuvenescimento durante o inverno para estimular a floração na primavera. Não é suscetível a pragas nem a doenças. Possuí propriedades medicinais (aumento da tonicidade do musculo cardíaco; diurética; contribui para a manutenção capilar), contudo é necessário ter cuidado com o seu uso porque as suas vagens têm propriedades tóxicas.

 

Grevillea juniperina R.Br. (grevílea)

Arbusto perenifólio, de copa irregular, originário da Austrália, que se caracteriza pela sua duradoura floração cor-de-rosa, que desponta no início da primavera. As folhas são de cor verde-claro, em forma de agulha espessas, resistentes e picam.

Família Protaceae.

Altura 0,4 – 0,5 m .

Propagação Pode ser feita através de semente, ou por estaca.

Época de plantação Primavera.

Condições de cultivo Sol pleno, qualquer tipo de solo, desde que não esteja fertilizado com excesso de fósforo. Tolera a secura, e suporta temperaturas altas e baixas.

Manutenção e curiosidades Não necessita grandes cuidados de manutenção, nem de rega, esta só deverá ser feita quando o solo se encontrar seco. Aguenta bem poda e topiária. Para estimular a floração (primavera), poderá efetuar uma poda no final do inverno. Não é suscetível nem a pragas nem a doenças.

 

Echium candicans L.f. (massaroco, orgulho-da-madeira)

Planta semilenhosa, perene, de crescimento rápido, nativa da ilha da madeira. Folhas de cor verde acinzentada. Durante a primavera/verão acima da folhagem despontam pequenas flores roxas reunidas em longas inflorescências paniculadas.

Família Boraginaceae.

Altura 1,5 a 2,5 metros.

Propagação Semente ou estaca.

Época de plantação Verão.

Condições de cultivo Sol pleno, qualquer tipo de solo, desde que bem drenado. Tolera a secura, o vento e proximidade do mar.

Manutenção e curiosidades Não necessita de cuidados especiais de manutenção, apenas rega quando o solo está seco. Não é uma espécie suscetível a doenças, é atreita a pragas como ácaros e mosca branca.

 

Spiraea cantoniensis Lour (grinalda-de-noiva, sempre-noivas)

Arbusto caduco ou semipersistente, encontra-se sobretudo nos climas temperados do Este Asiático e da América do Norte. Folhas simples de cor verde escura na página superior e glauca na inferior. As flores brancas encontram-se agrupadas em inflorescência. O fruto é uma cápsula de cor castanha com cerca de 1 cm.

Família Rosaceae.

Altura Até 2 metros.

Propagação Por estaca ou por divisão de tufo.

Época de plantação Todo o ano, exceto nos meses de verão.

Condições de cultivo Pleno sol/meia sombra e solos bem drenados. É resistente à geada.

Manutenção e curiosidades Baixa manutenção. Necessita de rega antes de o solo estar seco. Não é suscetível a doenças, nem a pragas.

Fotos: Thinkstock, Teresa Grau Ros – Flickr, Michael Wunderli – Flickr

 

  Com ANA RAQUEL CUNHA

Poderá Também Gostar