Plantas

Uma planta, uma história: Pinheiro-da-damara

A família Araucariaceae pertence à ordem das Pinales, que agrega as árvores vulgarmente chamadas coníferas, porque os seus órgãos reprodutores parecem cones. Esta família, exclusiva do Hemisfério Sul, integra o género Agathis, com 18 espécies, o género Araucaria com 19 espécies, e o género Wollemia, com apenas uma espécie.

No Jardim Botânico José do Canto, em Ponta Delgada, existem exemplares notáveis de quatro espécies de araucárias e quatro árvores monumentais da espécie Agathis robusta, endémica das florestas subtropicais húmidas da Austrália.

A dimensão

A maior, com uma idade a rondar os 160 anos, tem 37 metros de altura e 5,4 metros de PAP (perímetro à altura do peito; perímetro do tronco 1,3 m acima do solo), valores que, associados às formas esculturais dos seus ramos, impressionam e até causam espanto a muitos visitantes.

A propagação

O vento encarrega-se de transportar o pólen e mais ou menos um ano e meio após a polinização os cones desintegram-se, libertando as sementes, que germinam facilmente. Por isso, além das quatro árvores monumentais, no Jardim Botânico José do Canto, há muitos mais pinheiros-de-damara.

Tronco, folhas e cone

O tronco tem uma casca (ritidoma) castanha-alaranjada e liberta escamas acinzentadas. As folhas perenes, oblongo-lanceoladas, têm textura coriácea e distribuem-se em espiral. Agathis é uma palavra de origem grega, que significa bola de fios, designação inspirada na forma globosa dos cones femininos. A espécie é monoica, porque possui estróbilos femininos e masculinos, mas em posições separadas.

B.I.

Nome científico: Agathis robusta

Nome vulgar: Pinheiro-de-damara

Porte: Árvore

Família: Araucariaceae

Origem: Austrália

Morada: Jardim Botânico José do Canto, Ponta Delgada, ilha de São Miguel

Fotos: Raimundo Quintal

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram

Poderá Também Gostar