Aromáticas e Medicinais

Propriedades e aplicações da erva-príncipe

Da alimentação à saúde, a erva-príncipe está repleta de benefícios para o nosso dia-a-dia. Fique a conhecer a composição, propriedades e aplicações desta aromática.

Composição

Contém cerca de 70% de óleo essencial citral que também se encontra na casca do limão e da laranja e que ajuda a sintetizar a vitamina A que para além de ser reconhecidamente sedativo é ainda utilizado na perfumaria. Contém também em menores quantidades segundo o tipo de planta, geraniol, linalol, nerol e citronelal.

Propriedades

Analgésico, antidepressivo, anti-bacteriana no, combate a transpiração, pé-de–atleta, repelente de insectos, em forma de compressas para aliviar dores musculares e reumáticas e também infecções da pele. No Suriname é muito utilizada na medicina popular para combater problemas de tosse, asma, dores de cabeça e febre. No Ocidente é mais utilizado para aliviar problemas digestivos e acalmar o sistema nervoso.

Culinária

Na culinária dos países Asiáticos e das Caraíbas utiliza-se principalmente a parte inferior do talo que se apresenta bolbosa e carnuda. Esta é cortada em rodelas e utilizada para condimentar vários tipos de pratos, combina muito bem com marisco e peixe, gengibre e coco. Entre nós, os bolbos não chegam a ficar tão carnudos, daí ser mais cumum a utilização das folhas que também conferem um delicioso sabor cítrico aos cozinhados. O mais comum é o chá, muito agradável para tomar frio como acompanhante das refeições.

Precauções

Os componente citral e citronelal são irritantes da pele sobretudo se depois de manusearmos a planta ou o óleo essencial nos expusermos ao Sol.

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube.

Poderá Também Gostar