Tarefas da Semana

Tarefas da semana: 15 a 21 de abril

Uma semana com muito para fazer, plantar e semear flores, plantas de raíz e de folhas e para não descurar o combate às suas pragas e infestantes. Com o que tem chovido e agora com uns dias de sol, as chamadas ervas daninhas aparecem por todo o lado, este ano germinaram e cresceram mais do que nunca! Vai ser mondar a primavera inteira…

Alho-francês

Nos dias 15, 16, 18 e 19  plante e semeie raízes

Há hortícolas indispensáveis na horta e o alho-francês é uma delas. Segundo o nosso especialista José Arantes “Geralmente, faço a sementeira no início da primavera e, passado dois ou três meses, quando eles atingem 15-20 cm de altura, transplanto para um lugar definitivo, num local exposto e soalheiro, com terra rica, fértil e com uma boa drenagem. As plantas devem ter um espaçamento de 15 cm entre elas. Faço uma cova profunda (15 cm) e planto o alho-francês, deixando de fora uns 5 cm de folhas verdes, de maneira que a parte branca seja o maior possível. Para se obterem ainda melhores resultados, vá amontoando terra à medida que vão crescendo. A colheita, nas variedades mais comuns, pode ser feita mediante a necessidade desde o outono até ao fim da primavera. Para que o alho-francês se solte facilmente da terra, nos meses mais secos, regue abundantemente algum tempo antes de colher. “

Nos dias 17 e 21 plante e semeie flores, arbustos e herbáceas

A família das proteáceas existe há 95 milhões de anos, quando os continentes ainda não se tinham separado e os dinossauros habitavam a Terra. Além de antiga, a família das proteáceas é muito extensa: tem mais de 83 géneros com cerca de 1,660 espécies.

Próteas

O género Protea

Tem cerca de 100 espécies. As próteas podem ser pequenos arbustos ou árvores, dependendo da espécie. Estas plantas precisam de solos bem drenados, ácidos e pouco férteis. No primeiro ano, as próteas precisam de mais água, pois as raízes estão a desenvolver-se. A partir do segundo ano, uma rega por semana em períodos de secura basta. As próteas adoram o sol direto.

Se não tiver jardim, também pode tê-las em vasos. Nestes casos, garanta um substrato bem drenado. Este deve ainda ser ácido e não ter fertilizante. No verão, regue abundantemente uma vez por dia e adicione, semanalmente, fertilizante sem fósforo. No outono, faça isto apenas quinzenalmente. No caso de zonas muito frias, tenha o cuidado de no inverno as proteger com uma manta térmica, própria para plantas e que se vende em hortos, cooperativas e centros de jardinagem.

No dia  20 segundo o calendário lunar é o melhor dia para semear e plantar folhas

A rúcula é de facto uma planta deliciosa, com um sabor picante, muito fácil de cultivar na horta, no jardim e até em floreira ou vaso. As folhas podem ser consumidas cruas, cozidas ou refogadas, muito utilizada em inúmeros pratos culinários.

Rúcula

Condições de cultivo

Gosta de temperaturas amenas (16-22ºC), sol direto e luz. Prefere colos bem drenados, férteis, ricos em matéria orgânica e com pH 6-7. Necessita de regas regulares.  Semeie em local definitivo, a uma profundidade não superior a 0,5 cm. Normalmente as sementes germinam em 4 a 8 dias e estão prontas para ser consumidas em 20-60 dias. Pode optar por arrancar toda a planta ou apenas por retirar as que têm as folhas maiores. Se tiver uma horta urbana pequena, aproveite o espaço livre para semear rúcula, ela tem um ciclo de crescimento mais rápido e enquanto os tomateiros, pimentos, etc vão crescendo, ela germina, cresce e é consumida.

Propriedades medicinais e benefícios da rúcula

Fonte de vitaminas A, C e K, muito importante para a saúde dos olhos e também pela sua riqueza em carotenoides que desaceleram o processo degenerativo pele. Fortalece o sistema imunitário e atua na renovação das células do nosso corpo. Melhora as funções cerebrais.

Combater pragas e infestantes nos dias 15 a 19

As infestantes este ano não nos vão dar tréguas, para evitar este mal coloque uma camada de casca de pinheiro nas zonas vazias dos seus canteiros, nas floreiras e nos vasos. Vai também ter a vantagem de conservar a humidade e de poupar água no verão.

Fotos: Thinkstock

Leia também: Calendário lunar de abril

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar