Pragas e Doenças

Vespas, uma praga a combater

Fique a conhecer as principais características desta praga e saiba como pode combatê-la.

Praga

Vespa, vespa alemã (Vespula germânica ou Vespa comune).

Características

Inseto, pertencente à família Vespidae, com riscas castanho-escuro ou pretas e amarelas no seu corpo. São conhecidas pelas suas picadas dolorosas, mas são sociais e formam colónias que podem ir até aos 25.000 indevidos. A sua atividade pode até ser benéfica para o agricultor, pois as vespas são predadoras de outras “pragas”.

Ciclo Biológico

As jovens rainhas são “fertilizadas” no inverno. Emergem na primavera e procuram locais subterrâneos para construir os seus ninhos de madeira mastigada com saliva fazendo o seu “ninho” em troncos, ramos, telhados e muitos outros locais. O ninho é composto por vários compartimentos ou “células”, onde são colocados os ovos. As larvas nascem e são alimentadas com insectos ricos em proteínas, depois fecham-se nos compartimentos e evoluem para o estado de pupa e depois adulto (Vespa). Toda a população de origem morre no inverno, sobrevivendo apenas uma rainha jovem para dar origem a uma nova geração.

Sintomas/Danos

De um modo geral, estes insectos não causam grandes prejuízos, só quando se formam grandes colónias se justifica intervir. As vespas adultas desta espécie alimentam-se de substâncias ricas em açúcar, como o néctar da flores e o sumo dos frutos maduros ou picados pelos pássaros. São mais ativas no verão e princípio do outono, quando a sua população é maior.

Plantas mais sensíveis

Maçãs, peras, pêssegos, ameixas uvas e outros frutos.

Combate biológico

Prevenção

Colocar armadilhas com iscos ou atrativos para as vespas; destruir os “ninhos”.

Pesticidas biológicos

Aplicar inseticidas com piretrinas nos ninhos e nos locais com grandes populações de adultos.

Fotos: Pixabay

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar