Notícias

Azinheira portuguesa no pódio em concurso europeu

Árvore de Portugal. Foto: www.treeoftheyear.org

Pela segunda vez consecutiva, uma árvore portuguesa fica no pódio do concurso Árvore Europeia do Ano.

A Azinheira (Quercus rotundifolia) Secular do Monte Barbeiro está localizada a cerca de sete quilómetros da aldeia de Alcaria Ruiva, em Mértola.  Com uma copa com mais de 23 metros de diâmetro e área com cerca de 487 metros quadrados, foi eleita pelos portugueses como Árvore Portuguesa de 2019.  É famosa pela sua fresca sombra nos calorosos dias de verão alentejanos. E este prémio valeu-lhe cada vez mais visitas da comunidade.

A 9.ª edição deste concurso contou com 15 árvores de diferentes países da Europa. A vencedora foi uma amendoeira (Prunus dulcis) com 135 anos, de Pécs, uma cidade no Sudoeste da Hungria.

De acordo com o Público a árvore é conhecida como “Amendoeira de Snowy Hill” e pode ser encontrada em frente à Igreja de Nossa Senhora da Neve. Venceu o concurso com 45.132 votos.

“A amendoeira em flor tem sido símbolo de eterna renovação e educação desde que o bispo  de Pécs Janus Pannonius escreveu o seu poema sobre uma [outra] amendoeira em 1466”, pode ler-se no site da competição.

Amendoeira. Foto de: Svastits Krisztián

A árvore que ficou em segundo lugar obtendo 39.538 votos, é de Abramtsevo,  na região de Moscovo e está localizada perto do Museu de História, Arte e Literatura.

Carvalho Russo.
Foto: Elena Sharykina

A amendoeira húngara obteve 45.132 votos, o carvalho russo 39.538 e a azinheira secular do Monte Barbeiro, em Mértola, obteve 32.630 votos. A votação pública decorreu no site do concurso e contou com um total de 311.772 participantes. Os resultados foram anunciados numa cerimónia no Parlamento Europeu em Bruxelas.

E não se esqueça, hoje é Dia da Árvore! 🙂

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

 

Poderá Também Gostar