Cultivar Bio

Como avaliar a qualidade do composto

Saiba três parâmetros importantes para a qualidade de um composto, utilizado em agricultura biológica.

Muitos agricultores que querem produzir composto biológico, de modo a serem utilizados no modo de produção biológico como fertilizante e corretivo orgânico do solo (grupo 5. Corretivos orgânicos), têm de respeitar algumas normas para estar de acordo com o regulamento (CE) n.º 834/2007 de 28 de junho do conselho relativo à produção biológica.

Na agricultura biológica, a fertilidade e a atividade biológica dos solos devem ser mantidas e aumentadas, além de técnicas como a rotação de culturas, adubação verde e diversidade vegetal entre outras.

A aplicação de estrume animal ou de matéria orgânica compostada, provenientes de produção biológica, contribuem para reforçar a estabilidade e a biodiversidade do solo e impedem a sua compactação e erosão.

A quantidade total de matéria fertilizante aplicada nos campos, tal como defi nido na Diretiva 91/676/ CEE, utilizada nas unidades de produção biológica e em conversão não pode exceder as 50 t/ha/ano, devendo-se introduzi-la três semanas antes das sementeiras ou plantações nas culturas anuais.

Neste artigo, vamos falar apenas de três parâmetros importantes para a qualidade de um composto utilizado em agricultura biológica:

  1. Valores máximos de microrganismos e de sementes e propágulos de infestantes.
  2. Valores máximos admissíveis de metais pesados (prejudiciais para a saúde humana)
  3. Valores máximos admissíveis de materiais inertes antropogénicos e pedras.

O Quadro 1 dá-nos valores máximos permitidos e sensatos para que o composto seja aprovado na agricultura ecológica (CE) ou Agricultura Biológica (Portugal).

Os testes e as normas europeias são cada vez mais rigorosas, sendo provável que nos próximos anos os valores diminuam.

«COMPOSTAGEM»

É a degradação biológica aeróbia dos resíduos orgânicos até à sua estabilização, produzindo uma substância húmica, designada por composto, utilizável como corretivo orgânico do solo.

«COMPOSTO OU COMPOSTADO»

O produto higienizado e estabilizado resultante da decomposição da matéria orgânica por compostagem, cujas características são de molde a beneficiar, direta ou indiretamente, o crescimento das plantas.

Em relação aos agentes patogénicos mais comuns no composto, para eliminá-los é preciso uma combinação entre tempo e temperatura, como mostra o Quadro 2.

As sementes e propágulos também precisam de um determinado tempo a temperaturas superiores a 55 °C para a sua eliminação.

Em relação a produtos compostos de estrumes de animais de quinta e outros materiais, estes devem ser reconhecidos pelo organismo de controlo e os estrumes de explorações pecuárias intensivas sem terra são proibidos.

Gostou deste artigo?
Então leia a nossa Revista, subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.


Poderá Também Gostar