Hortícolas e Frutícolas

A cultura do rabanete

rabanete

O rabanete é das hortícolas mais fáceis e rápidas de propagar, pelo que é aconselhada a quem está a começar a sua horta. Fique agora a saber mais sobre esta raiz comestível.

Nomes comuns: Rabanete, raiz-de-verão, rábano, rabanito

Nome científico: Raphanus sativus L. ou R. Raphanistrum

Origem: China, Japão, Oeste Asiático ou Sul da Europa.

Família: Crucíferas ou Brassicas

Características: Planta anual de raiz aprumada (30-50 cm), carnuda, vermelha e branca. Folhas em roseta de forma oblonga e ásperas ao tato. Na fase reprodutiva, o caule alonga-se e pode chegar a 1 m de altura. As flores têm a corola branca. Os frutos (síliquas) podem dar  80-120 sementes de cor castanha.

Polinização: Alogâmica (hermafrodita)

Factos históricos/curiosidades: Cultivado na China desde 500 a. C, chega ao Japão dois séculos depois. Era cultivado pelos gregos e pelos egípcios há 4700 anos, tendo sido servido aos escravos que construíram a pirâmide de Quéope (foram encontradas inscrições no monumento), também era usada pelos chineses e coreanos há 2400 anos. Existem espécies que pode ter 119 cm de comprimento e pesar 31,1 kg. Este é o recorde do Guinness registado no Japão por Manabu Oono. A nível de comprimento, o rabanete mais comprido foi criado por Masaji Goto (Japão)  e media 1,917 m.

Ciclo biológico: 4-8 semanas, consoante a época (bienal).

Variedades mais cultivadas: Os rabanetes podem classificar-se de acordo com a forma da raiz, o ciclo cultural e a cor. Vamos apenas referir algumas variedades mais cultivadas e adaptadas ao nosso País (para todos os meses e de inverno), pois todos os anos surgem centenas de novas variedades: “Flamboyant”, “Redondo rosado”, Red Devil”,”German Giant”,”Gaudry”, “Cerise”, Cherokee”, “Redondo Espanhol”, “Semicomprida rosada”, “Comprida rosada de ponta branca “Nacional”, “Black Spanish”, “Violet de Goumay”,”Scarlet Globe”, “Bright Lights”, “French Breakfast”. A cor pode ser bicolor (vermelho-branco), branca (Munchen Bier), púrpura (Bacchus), preta (Black “spanish round”, Negro de Paris)  e amarela.

Existem muitas variedades híbridas (“Lucia”, “Durabelle”, “Celesta”) que são mais produtivas.

Parte utilizada: Raiz e folhas. A raiz tem um sabor doce, apimentado, fresco e crocante e pode ter 5-15 cm de diâmetro e 8-20cm  de altura.

Condições ambientais

Tipo de solo: Textura média ou leve, solto, de elevada fertilidade e rico em matéria orgânica (húmus), fresco e permeável, com profundidade de 10-15 cm. O pH pode ir  de 5,5-6,8.

Zona climática: Temperada, fresco e húmido.

Temperaturas: Ótimas: 15-21 °C Temperatura crítica mínima: 6 °C Temperatura crítica máxima: 30 °C (prejudica a qualidade, fica mais fibroso)

Zero da vegetação: 5°C

Temperatura do solo: 9°C

Temperatura de germinação: 21-22 °C

Exposição solar: Semissombra, pouco exigente em luz (precisa  de seis horas de pleno sol/dia).

Humidade relativa: Elevada

Fertilização

Adubação: Composto, estrume de ovelha, vaca, peru, porco, bem decompostos. Composto vegetal, chorume de porco e vaca.

Adubo verde: Favas, favarola, centeio, azevém e mostarda.

Exigências nutritivas: 1:1:2 ou 1:1:1 (azoto: fósforo: potássio) mais boro, cálcio e magnésio.

Técnicas de cultivo

Preparação do solo: Utilizar uma fresa para deixar o terreno bem esmiuçado nos primeiros 5 cm de profundidade e até aos 15 cm o solo deve ter uma estrutura uniforme. Devem preparar-se camalhões de 1-1,5 cm de largura e canteiros sobrelevados ou à rasa, conforme a humidade e a leveza do solo.

Data de plantação/sementeira: Todo o ano, mas recomendo, fevereiro-abril ou setembro- -novembro.

Tipo de plantação/sementeira: Direta ao acaso ou em linhas (pequenos regos).

Faculdade germinativa (anos): 3-4 anos.

Tempo de germinação: 4-6 dias (15-25 °C).

Profundidade de sementeira: 1-2 cm.

Compasso: 7-9 cm entre plantas na linha e linhas espaçadas de 15-25 cm.

Consociações: Com hortícolas, como a cenoura, alho-francês, morangueiro, alface, salsa, espinafre, espargos, cebolas e ervilhas.

Rotações: Com culturas que foram fertilizadas com matéria orgânica. ou depois de uma leguminosa.

Amanhos: Monda de ervas daninhas e sachas, aplicação de mulching.

Rega: Por aspersão ou microaspersão. Deve manter-se sempre um bom teor de humidade para evitar o fendilhamento das raízes.

Entomologia e patologia vegetal

Pragas: Áltica, caracóis e lesmas, lagarta-da-couve, mosca-da-couve, afídios e formigas.

Doenças: Míldio, murchidão das plantas, podridão cinzenta, alternariose.

Acidentes: Pouca tolerância à acidez, salinidade e ao défice hídrico. As raízes podem ficar bifurcadas devido à textura do terreno.

Colheita e utilização

Quando colher: Pode ser colhido 30-70 dias após sementeira, quando o rabanete atinge o tamanho de uma avelã, durante dez dias. Atrasos na colheita podem levar ao fendilhamento e as raízes podem tornar-se esponjosas. A colheita deve ser manual (pequenas parcelas).

Produção: 400-600 unidades por m² 15-30 t/ha; os rabanetes de inverno são mais produtivos.

Condições de armazenamento: 0-1 °C e 90-96% de humidade relativa, durante 3-4 semanas, com O₂ e CO₂ controlados.

Valor nutricional: Ricos em glutosilinatos e outros compostos sulfurosos (combatem o cancro), potássio, enxofre, cálcio, magnésio, fosforo, vitaminas C, B, PP, ácido fólico, selénio e fibras.

Época de consumo: Inverno-primavera.

Usos: Utiliza-se em fresco, para enfeitar vários pratos, em sumos ou na salada. Também pode ser cozido e utilizado em sopas. As folhas podem ser colhidas e utilizadas como a nabiça. Tem propriedades diuréticas, estimulantes (folhas), antiescorbúticas, expetorantes e antioxidantes.

Conselho de especialista: Aconselho esta cultura para plantação no outono-inverno, aproveitando as temperaturas baixas, precipitação e humidade relativa elevadas e favoráveis ao desenvolvimento de uma produção com melhor qualidade. É ótimo para semear com crianças, que podem acompanhar o seu rápido crescimento – colhe-se em poucas semanas –, e estimulá-las para as atividades hortícolas.

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar