Pragas e Doenças

Gomose fúngica

Gomose fúngica

Saiba quais são as principais características desta doença e como combatê-la.

Doença

Gomose (Botryosphaeria dothidea)

Características

Doença causada por um fungo, que vai debilitando as plantas, até à morte. Este fungo cresce bem a temperaturas entre 20 e 36ºC.

Ciclo biológico

O fungo sobrevive durante o inverno na casca e em tecidos secos do tronco. A disseminação ocorre por meio das gotas de chuva que, ao caírem sobre os esporos (ascosporos e conidiosporos), espalham os mesmos para outros tecidos. Os ascooporos também são transmitidos pelo ar. As infeções ocorrem no outono e na primavera (abril-maio), penetrando os fungos pelas feridas existentes na árvore.

Plantas mais sensíveis

Pessegueiro, ameixeiras, damasqueiros, macieiras e pereiras.

Danos/sintomas

No princípio, aparecem bolhas pequenas na casca do tronco e em algumas pernadas, durante o outono e na primavera. Nas lesões formadas na casca da árvore, é exsudada uma resina (goma).

As lesões com mais de 2 cm de diâmetro em madeira antiga do tronco, podem formar-se cancros, afetando o floema e o córtex, podendo chegar até ao xilema. Estas infeções aparecem em plantas com mais de 3 anos.

Combate biológica

Prevenção/aspetos agronómicos

Todos os tecidos mortos (tronco e pernadas) da planta devem ser retirados por meio da poda no inverno (em tempo seco) e destruídos; Evitar o stress por falta de água; Fazer uma adubação equilibrada; Fazer uma poda equilibrada, sem feridas e na época certa (nunca no verão); Plantar porta-enxertos ou cultivares mais resistentes.

Em termos de agricultura biológica, não existem pesticida homologados para combater esta doença, mas no caso de querer utilizar estes produtos, tem no mercado, algumas soluções.

Foto: Pedro Rau

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram

Poderá Também Gostar