Tarefas da Semana

Tarefas da semana: 26 de janeiro a 1 de fevereiro

Esta última semana do mês de janeiro vai ser muito fria e com alguns dias de chuva, o que nos vai manter afastados da horta e do jardim.

Aproveite estes dias para fazer algumas tarefas já a pensar na próxima estação, nomeadamente as suas sementeiras de hortícolas, aromáticas e flores.

O dia 26 é o ideal para semear as suas plantas de raiz

Cenoura

25 de junho a 1 de julho

A cenoura é daqueles legumes que conseguimos usar todos os dias na cozinha, por torna-se indispensável em qualquer horta.

É talvez um dos legumes mais populares do mundo, é originária do Irão e Afeganistão, é cultivada há mais de 1000 anos, embora inicialmente fosse cultivada pelas suas folhas, comestíveis e aromáticas.

Há muitas variedades de cenouras de cores e formas, embora as mais vulgares sejam as cor de laranja compridas, há cenouras roxas, amarelas e encarnadas e algumas redondas.

Condições de cultivo

Prefere temperaturas entre os 16 ºC – 22 ºC embora tolerem temperaturas até 7 ºC ou até 30 ºC. Gosta de zonas com muitas horas de sol direto, embora tolere crescer à sombra desde que tenha muita luz.

O solo deve ser profundo, leve, sem pedras para que as raízes não fiquem tortas e danificadas, deve ser bem drenado. Consegue desenvolver-se em solos argilosos desde que não esteja compactadas.

Necessita de regas regulares, gosta do solo sempre húmido.

É preferível fazer a sementeira em local definitivo pois não aguenta bem o transplante para outro local.

Semeie em linhas afastadas entre si de 15-30 cm e afastamento entre plantas de 5 cm. Pode semear em vaso ou floreira desde que estes tenham pelo menos 30-35 cm de profundidade.

Tenha o cuidado de mondar as ervas daninhas para que estas não entrem em competição com as cenouras.

A colheita é feita 60-120 dias após a plantação, para ter cenouras frescas durante um período mais longo, faça um escalonamento e semeie a cada três semanas.

Os dias 27 e 28 são ideais para semear e plantar as suas flores e arbustos

Juniperus horizontalis ou Zimbro

Juniperus horizontalis.

É uma planta conífera, rasteira que é excelente como planta de cobertura, para taludes e zonas onde se quer pouca manutenção, também é facilmente cultivo em vãos ou floreiras.

A folhagem é muito densa e aromática, consoante a variedade pode ser mais ou menos azulada e pode ser mais ou menos compacta.

Altura: 0,2-0,3 m

Condições de cultivo: Zonas com muito sol direto. Solos leves, bem drenados, ligeiramente ácidos e com alguma matéria orgânica.

Cuidados de manutenção: Regas só quando está muito calor. Deve ser fertilizado no inicio da primavera com húmus e/ou um fertilizante orgânico.

Pode ser ligeiramente podado no inverno, mas não aguenta podas radicais. Pode usar-se um mulching como a casca de pinheiro para evitar o crescimento de infestantes e conservar a humidade.

Os dias 29, 30 e 31 são os melhores para semear e plantar folhas

Couves

O inverno é por excelência a época das couves. Há ainda muitos tipos de couve que pode semear.

Estas hortícolas são de facto muito versáteis para a alimentação, quer seja em sopas, salteados, cozidas, estufadas ou em sumos verdes são acima de tudo um excelente acompanhamento para pratos de inverno.

Como cultivar

Pode semear em tabuleiro e/ou plantar todo o tipo de couves, na horta, em floreira ou mesmo em vaso (como a raiz é profunda utilize um vaso com pelo menos 40 cm de altura para que a planta fique equilibrada e se desenvolva em condições).

Experimente vários tipos de couve, portuguesa, lombarda, couve-flor, couves-de-bruxelas, ou couve-roxa e não deixe de semear já a couve-frisada (kale), cada vez mais consumida crua ou cozinhada, deliciosa e crocante.

Propriedades e benefícios das couves

As couves são de facto uma ótima fonte de fibra, vitaminas e proteínas, cálcio, protegem das doenças cardíacas e cataratas, tem propriedades antioxidantes pois são fonte de vitamina C.

Têm um efeito saciante e são muito nutritivas, excelentes para dietas de emagrecimento.

O dia 1 é o ideal para semear e plantar frutos

Damasqueiro

28 de outubro a 3 de novembro

Esta é uma excelente época para plantar as árvores de fruto, que se tiver espaço, são sempre uma mais valia no seu jardim, na horta ou no pomar.

O damasqueiro é uma árvore muito fácil de cultivar e que pode ser introduzida até num pequeno jardim.

É bastante decorativa e produz em bastante quantidade. É uma árvore que também se pode cultivar em vaso, desde que este tenha pelo menos 40 cm de altura e de diâmetro.

Condições de cultivo

Como todas as fruteiras o damasqueiro para frutificar em boas condições, necessita de muitas horas de sol (pelo menos 5 a 6 horas de sol direto por dia), regas regulares e fertilizações na primavera e no verão.

Quando plantar faça uma cova com o dobro do diâmetro do torrão e mais um pouco de profundidade. Adicione composto ou húmus de minhoca e plante, juntando a terra e calcando em volta.

No inverno necessita de podas de frutificação.

Propriedades medicinais e benefícios do damasco

Fruto muito rico em vitamina A, favorece a visão e o sistema imunitário, potássio que ajuda na função muscular e no coração.

Rico em ferro que combate a anemia e em fibras que são essências para o bom funcionamento intestinal.

O damasco tem uma fibra especial que é facilmente solúvel e entra rapidamente no sistema.

Os dias 26 e 27 são os ideais para combater pragas e doenças

Embora grande parte das pragas nestes meses mais frios não estarem ativas, existem ovos de afideos, ácaros, cochonilhas, etc, depositados nos troncos e folhas.

Esta é uma boa época para fazer um tratamento preventivo aplicando óleos inseticidas nas suas plantas habitualmente mais atacadas.

A aplicação de óleos acaba por impregnar os ovos e quando as larvas começarem a eclodir, grande parte acabam por morrer por asfixia. Este tipo de atuação preventiva acaba por conseguir reduzir a dimensão do ataque das pragas.

Gostou deste artigo?
Então leia a nossa Revista, subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.


Poderá Também Gostar