Plantas

8 herbáceas vivazes para canteiros

Maciços, jardins de rochas e parterres, vestem-se ano após ano com plantas vivazes. São incensáveis e o seu encanto multiplica-se quando formam grupos porque o efeito de mancha de cor é potenciado.

1- Astilbe

Ao fundo do maciço

As panículas de flores rosas, vermelhas ou brancas não são apenas decorativas quando surgem no verão, também no inverno quando secas. Existem astilbes anãs e de grande envergadura, que chegam a superar um metro de altura. Adoram locais sombrios e solos húmidos, por isso devem ser regadas com frequência. Não as mude de local e todos os meses aplique fertilizante para flores e composto maduro na primavera. Se escolher espécies altas, coloque-as ao fundo do maciço.

2- Vinca

Em terrenos à sombra

O porte rasteiro e o aspecto decorativo fazem desta planta a aposta certa na altura de cobrir terrenos à sombra, embora as suas flores simples azuis sejam mais abundantes quando instalada ao Sol. Floresce entre o final da primavera e o início do outono e no resto do ano cede todo o protagonismo às brilhantes folhas ovais. Dá-se bem em qualquer solo desde que fresco e fértil.

3- Coreopsis

Em canteiros

Desenvolve-se rapidamente e constitui um verdadeiro espectáculo de cor no verão. Nessa altura, desenvolve a floração e a folhagem plumosa cobre-se de margaridas cor de ouro ou amarelo suave. Gosta de Sol e apenas teme terrenos muitos calcários. Não ultrapassam 40 cm de altura, o que é ideal para decorar canteiros. As raízes densas agarram muito bem no terreno.

4- Violeta

Para cobrir solos

A fragrância das suas flores de cor exclusiva, torna a Viola odorata na rainha das rasteiras. As folhas em forma de coração multiplicam-se a grande velocidade a partir do início da primavera até ao verão mas desaparecem no inverno. Dá-se bem em solos neutros ou ligeiramente alcalinos mas não muito húmidos e ao Sol-sombra. Regue com moderação depois de plantar no outono e mantenha o solo livre de daninhas.

5- Margarida

Sempre ao sol

Margaridas de grande porte, pétalas brancas e coração amarelo, são características desta espécie de nome científico Leucanthemum maximum. As flores duram muito e quando faltam ficam as folhas suculentas e de atractiva cor verde claro. Necessita muita água e boa dose de Sol para manter a floração de grande porte mas a exposição ideal é a plano Sol, embora suporte a penumbra. O tipo de solo não constitui problema e também não necessita muito adubo.

6- Rudbequia

Gosta de terreno húmido

Produz excelentes flores de corte, com pétalas amarelas e coração negro. Tem folhas em forma de lança e estreitas e pode alcançar 60 cm de altura. Gosta de solos húmidos e necessita de Sol. No verão, regue apenas uma vez por mês.

7- Arméria

Solos ricos e pleno sol

Com flores atrativas vermelhas ou rosadas em forma de pompom, esta planta chama a atenção pelas folhas grisalhas e lineares. Floresce no verão e em termos de manutenção apenas necessita de água de tal forma que o encharcamento ou o excesso de rega podem levar à morte da planta.

8- Dianthus

Para canteiros

As flores desta planta tornam-se muito aromáticas no verão. São excelentes quer para corte quer para decorar bordaduras ou canteiros e podem mesmo ser instaladas em jardins de rochas mas necessitam Sol pleno. Prosperam melhor em terrenos ligeiramente alcalinos e bem drenados. Elimine as flores murchas para favorecer nova floração.

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram

Poderá Também Gostar