Está na hora de renovar o jardim

O verão começa a aproximar-se do final e o outono já se avizinha. Muitas plantas estão em final de floração, frutificação ou mesmo em fim de ciclo. É a época certa para fazer uma avaliação do seu espaço e perceber o que precisa de mudar e melhorar.

Avalie o seu espaço

Comece por observar bem cada zona do jardim (varanda ou terraço) e perceber que plantas terão de ser podadas, limpas, removidas ou tratadas. Veja também que plantas se adaptaram melhor, quais as que tiveram florações mais exuberantes e um bom crescimento (muito importante no caso das sebes e das trepadeiras). No caso da horta, avalie quais as melhores produções relativamente a quantidade e qualidade.

Faça uma limpeza de fundo

Esta é a época ideal para fazer uma grande limpeza ao jardim, removendo as plantas que estão com mau aspeto e que já não se conseguem recuperar bem, como as plantas anuais em final de floração. Aproveite para remover ramos secos dos arbustos e herbáceas perenes que terminaram a sua época de floração. Alivie também as trepadeiras e arbustos mais velhos, cortando alguns ramos secos desde a base.

Nertera

Alimente as suas plantas

As plantas não precisam só de rega; precisam também de ser alimentadas. Nesta época não vale a pena fertilizar as plantas cuja floração já terminou, mas é importante cavar à superfície do terreno para garantir que quando começarem as chuvas vai haver uma boa infiltração. A sabedoria popular  diz que “uma boa cava é sinónimo de uma boa rega”.

Se tiver composto, pode incorporá-lo, dando especial atenção às plantas que vão florir e/ou frutificar no outono,  às sebes, às trepadeiras e aos canteiros onde vai plantar flores de época.  Se não tiver composto, pode utilizar húmus de minhoca, adubo orgânico  ou estrume bem curtido.

Esta operação deve ser feita nos seus vasos e floreiras, remoção da camada superficial de substrato, mobilização (pode ser com um pequeno ancinho) e incorporação de novo substrato ou húmus de minhoca (que pode ser sólido ou líquido).

Pimenteira

Introdução de novas plantações

Depois de perceber o que se deu  bem e de remover o que não está  em condições, está na hora de plantar  – o outono é a época certa para fazê-lo. A terra ainda não está muito fria, mas as temperaturas já são mais baixas do que no pino do verão.

É também uma época em que pode comprar árvores de raiz nua, que são muito mais baratas e se adaptam com maior facilidade. Normalmente nesta época há uma grande oferta de plantas com valores por vezes mais baixos do que na primavera e verão.

Intervenha por zonas, sendo que as zonas de sombra e as de sol têm exigências completamente diferentes em termos do tipo de planta e do tipo de manutenção.

Feto

O que fazer nas zonas de sombra

As zonas de sombra são especialmente apetecíveis no verão; pode optar por soluções de baixa manutenção, plantando arbustos e herbáceas perenes com folhagens de vários verdes e herbáceas de revestimento. Nestas zonas é dispensável a colocação de árvores pois estas só nos iriam criar mais sombra.

Arbustos e herbáceas

Plantas que gostam de sombra, como o louro-do-japão (Aucuba japonica), arália-japonesa (Fatsia japonica), zamiouculca (Zamioculca zammifolia), fetos vários e avencas, são uma boa solução pois apenas necessitam de uma ou duas limpezas anuais para que se mantenham em boas condições de desenvolvimento.

Vinca

Herbáceas de revestimento

Optar por colocar herbáceas de revestimento é uma boa ideia, pois, além de ficarem muito bonitas, conservam a humidade do solo e reduzem os gastos com fertilizantes, rega e cortes. A hera (Hedera helix) e a vinca (Vinca difformis) são duas excelentes plantas para este fim.

O que fazer nas zonas de sol

Muitas vezes basta a plantação de uma nova árvore (com uma boa sombra ou com uma floração) para se mudar a imagem do jardim e criar um espaço agradável para estar e para o desenvolvimento de outras plantas.

Bordaduras floridas de gaura

Herbáceas perenes

Nesta época do ano, opte por introduzir no jardim arbustos e herbáceas que sejam resistentes, mas que tenham floração ou frutificação no outono e inverno; assim garante que o seu jardim estará bonito todo o ano.

Os jardins mais naturalizados e com um ar campestre estão na moda; pode conseguir este efeito plantando maciços de gaura (Gaura lindheimari). Uma herbácea perene muito resistente, que depois de instalada não necessita de muita água, pode ser uma excelente opção para todo o tipo de solos e de jardins; a floração prolonga-se da primavera até ao final do outono.

Dentro deste tipo de planta, pode também optar pela sálvia-dos-rapazinhos (Salvia grahamii), que faz umas bordaduras e uns maciços lindos e quase sem manutenção; a sua floração mantém-se também  até ao final do outono.

Para quem quer ter o jardim lindo todo o outono e inverno, pode optar pelas plantas com bagas como a gaultéria, nertera, nandina, etc.

Tília

Árvores de sombra

Algumas das minhas árvores preferidas pela sombra são a pimenteira (Schinus mollis) e a tília (Tilia cordata) – esta tem ainda como bónus a floração para fazer uma infusão e o aroma, que é inigualável na primavera. Estas duas árvores necessitam de jardins com espaço pois são de grande porte e não convém estarem plantadas muito perto de casa.

Pormenor da floração do resedá

Árvores floridas

Em relação a árvores floridas, uma das melhores até para jardins pequenos é a extremosa ou resedá (Lagerstroemia indica), com a sua floração exuberante na primavera e verão e que se pode prolongar até ao outono. Outra árvore muito interessante é a árvore-da-memória (Ceiba speciosa), que irá estar em flor no outono e inverno (daí o nome árvore-da-memória pois está em flor na primavera do seu país de origem, o Brasil).

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Subscreva o nosso canal no Youtube e siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest.

Poderá Também Gostar