Visita | Uma obra-prima da arquitetura paisagista

Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa

Na idealização deste jardim, procurou-se que a forma dos bosques e clareiras, a presença da água, o contraste da luz e da sombra respondessem ao apelo de uma cultura mediterrânica e à essência das nossas paisagens. — Gonçalo R. Telles Percorra um dos mais emblemáticos jardins modernistas numa visita orientada para grupos particulares, e deslumbre-se com os recantos onde a geometria subtil mimetiza a própria natureza e celebra a paisagem mediterrânica. Projetado na década de 60 pelos arquitetos paisagistas António Viana Barreto e Gonçalo Ribeiro Telles, o Jardim Gulbenkian constitui-se como uma «micropaisagem» que oferece ambiências, em vez de caminhos e canteiros. Da relação entre orla e clareira, ao esplendor da luz e à pujança da natureza, descubra os fundamentos deste projeto de referência na arquitetura paisagista em Portugal. Para maiores de 16 anos.