Curso | Aplicação de produtos fitofarmacêuticos

Ao abrigo do Decreto-lei nº 26/2013, de 11 de Abril, este curso passou a ser obrigatório a partir do dia 26 de novembro de 2015 para todos os agricultores, incluindo os de Agricultura Biológica. Este curso de 50h vai permitir-lhe ficar a conhecer os princípios que lhe permitem proteger as culturas, e de utilizar os produtos fitofarmacêuticos de forma segura, para evitar os riscos e conhecer os sistemas regulamentares. Ficará a conhecer o material indicado para uma correta aplicação dos produtos, bem como o devido transporte e armazenamento. Finalmente, outro tema abordado será a questão dos acidentes para compreender o que implica lidar com os produtos fitofarmacêuticos e evitar problemas. Local: Plataforma B-learning Datas: 22 de março a  20 de abril de 2024 Data-limite de inscrição: 21 de março de 2024 Duração: 50h00 - Horário Pós-Laboral. Veja o programa completo e inscreva-se aqui.

Curso | Modo de Produção Biológico

Preocupa-se com a origem dos seus alimentos? Preocupa-se com o equilíbrio ambiental e com métodos mais sustentáveis para a Agricultura? Venha conhecer e aprender mais sobre Agricultura Biológica e o seu modo de produção. Neste curso irá aprofundar temas essenciais, tais como: a conservação do solo e da água, a fertilidade e a fertilização do solo e a proteção das plantas. Irá ficar a conhecer o modo de produção biológico de produtos agrícolas de origem vegetal e de produtos animais de origem animal, mas também tudo o que diz respeito ao acondicionamento e a comercialização, passando pelo controlo e certificação e, finalmente, a conversão para o modo de produção biológico. Público-Alvo: Agricultores e Público em Geral (Escolaridade Mínima Obrigatória) Local: Plataforma E-Learning Datas: 25 de março a 19 de abril de 2024 Data-limite de inscrição: 24 de março de 2024 Duração: 50h00 (E-Learning) Curso Regular Horário Pós- Laboral  UFCD:6290 Valor (Isento de IVA):  Para Associados: 195€ Para Não Associados: 225€ EMISSÃO DE CERTIFICADO HOMOLOGADO PELA DRAP Veja o programa completo e inscreva-se aqui.

Curso | Introdução à apicultura biológica

Tem curiosidade em saber mais sobre Apicultura? Venha conhecer o maravilhoso mundo das abelhas e descobrir o quão importantes elas são! Irá ficar a conhecer de que são constituídas as colmeias, os seus ciclos biológicos e os aspetos comportamentais, a alimentação das abelhas e a enxameação. Os produtos apícolas e o seu correto maneio serão temas abordados, nomeadamente onde instalar os apiários, os equipamentos necessários, a gestão da produção, e finalmente a produção do mel. A regulamentação e certificação são pontos fundamentais que serão aprofundados nesta formação. Público-Alvo: Pessoas interessadas em Apicultura, segundo os princípios de Modo de Produção Biológico. Local: Plataforma E-Learning Datas: 12 a 19 de abril  de 2024 Data-limite de inscrição: 11 de abril  de 2024 Duração: 12 horas (Horário Livre) Veja o programa completo e inscreva-se aqui.

Visita cultural | À descoberta das maravilhas de Portugal – Paisagens e tradições do Alentejo

De Alter do Chão ao Alqueva Apesar das suas reduzidas dimensões, o Alentejo oferece-nos paisagens e realidades muito diversificadas entre as suas regiões. Se no Alto Alentejo encontramos paisagens entrecortadas com montes e colinas, nas suas zonas mais a sul a planície estende -se até ao horizonte. Nesta viagem, apresentamos-lhe as características e tradições mais emblemáticas do Alto Alentejo, viajando depois mais para sul, até à Barragem do Alqueva que recentemente transformou parte da paisagem da região. Em Alter-do-Chão, não poderíamos deixar de visitar a Coudelaria de Alter, onde o puro cavalo lusitano é rei. Atravessando a Serra d’Ossa, iremos visitar o castelo de Évoramonte, belo exemplar da arquitetura militar gótica do séc.XII, e provar os famosos vinhos alentejanos da Herdade do Esporão. A nossa incursão até à zona mais a sul, irá levar-nos até à Barragem do Alqueva, cuja imensidão impressiona qualquer visitante, bem como à vila medieval de Monsaraz. Mais o mais importante de uma região são as pessoas e as suas tradições, e por isso mesmo visitaremos também uma olaria tradicional, uma quinta especialmente dedicada ao turismo de natureza e o Centro de Interpretação do Tapete de Arraiolos, arte tão emblemática do nosso país. Três dias verdadeiramente […]

Curso | Compostagem e Vermicompostagem

Público-Alvo: Público em Geral Local: Plataforma E-Learning Datas: 18 a 26 de abril de 2024 Data-limite de inscrição: 17 de abril de 2024 Duração: 4 horas – (Minicurso E-learning) EMISSÃO DE CERTIFICADO AGROBIO  Ficha de Inscrição: https://forms.gle/Ed7TZ8EnDQoVAFib6

XIX Festa da Primavera

Jardim Botânico da Ajuda Jardim Botânico da Ajuda, Lisboa

Nos dias 20 e 21 de abril, o Jardim Botânico da Ajuda organiza a XIX  Festa da Primavera. O programa da festa inclui visitas guiadas ao jardim e atividades de oficinas com plantas com guias especializados, que se destinam a todas as idades; diversas bancas de street food; palestras e apresentações de livros; teatro infantil, dança, música e um espetáculo equestre com  a Charanga a Cavalo da Guarda Nacional Republicana. Teremos também uma exposição com artigos de jardinagem, artesanato e de plantas como as orquídeas, catos e suculentas, thilandsias, plantas de interior e outras plantas ornamentais. O valor de entrada no jardim é de acordo com a tabela habitual de bilheteira. Venha celebrar a primavera no jardim nesse fim de semana.

Oficina | Crie a sua Mini Horta

sintra Sintra

O mês de abril está à porta e traz muitas novidades à Quintinha de Monserrate, em Sintra. A chegada da primavera convida ao contacto com a natureza e a aprender mais sobre os ecossistemas e a importância da biodiversidade, constituindo o mote perfeito para descobrir, em família, as novas atividades de educação ambiental que a Parques de Sintra promove nesta quinta pedagógica. Quanto às plantas aromáticas, vai ser possível saber mais sobre elas na nova “Oficina de Primavera: Crie a sua Mini Horta”. Neste workshop, os participantes são convidados a conhecer as ervas-de-cheiro e a plantar algumas para levar para casa, dando, assim, início à sua mini-horta. Também vão aprender como mantê-las e como utilizá-las nas suas receitas caseiras. Local: Quintinha de Monserrate, em Sintra Data: 20 de abril Horário: 15h00

Oficina | Os produtos da colmeia

sintra Sintra

Quando falamos da gastronomia nacional, o mel é um ingrediente indispensável em qualquer cozinha, mas, afinal, como é produzido? A nova atividade “Os produtos da colmeia: o mel, o pólen, a cera das abelhas e a própolis” (21 de abril - 15h00) vai esclarecer todas as dúvidas. Começa por dar a conhecer a fascinante e atarefada vida das abelhas obreiras e as funções que têm dentro da colmeia, desde a transformação do mel, à recolha do pólen das flores ou à produção da cera. No final, há uma prova do mel produzido na Tapada de Monserrate. Local: Quintinha de Monserrate, em Sintra Data: 21 de abril Horário: 15h00

Oficina | O dia-a-dia dos Animais

sintra Sintra

Para explorar a fauna da Quintinha, a atividade “O dia-a-dia dos Animais” é já um clássico deste espaço pedagógico. Concebida para os mais pequeninos, revela as características e os hábitos dos animais domésticos, como coelhos, galinhas, ovelhas, cabras, burros e cavalos. Mas não fica por aqui. Anfíbios e insetos também fazem parte deste ecossistema que é necessário conhecer para cuidar. Local: Quintinha de Monserrate, em Sintra Data: 25 de abril Horário: 10h30

Oficina | Propagação de plantas no Jardim Gulbenkian

Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa

A manutenção do Jardim Gulbenkian é uma das atividades mais importantes para a permanência do conceito e projeto dos arquitetos paisagistas Gonçalo Ribeiro Telles e António Viana Barreto. A equipa de manutenção deste jardim participa diariamente na dinâmica evolutiva e no equilíbrio entre os diferentes elementos – água, solo e vegetação. Uma das suas principais tarefas é a multiplicação de plantas em viveiro. A propagação de plantas do próprio jardim permite conservar a biodiversidade e o património genético do jardim, garantindo a imediata adaptação das plantas ao espaço. Nesta oficina prática vamos perceber o papel da vegetação neste jardim, conhecer algumas das plantas que são multiplicadas; quais as técnicas e épocas mais adequadas; que influência têm a luz, a sombra, a temperatura, o solo e até as fases da lua no sucesso do desenvolvimento da planta, e, por fim, experimentar as várias técnicas ao longo das várias sessões. A oficina realiza-se no jardim, independentemente das condições atmosféricas. Os participantes devem trazer vestuário e calçado adequados, luvas e tesoura de poda, no caso de terem. Devem também trazer um saco ou uma pequena caixa para transportar as plantas, no final de cada oficina. Para maiores de 16 anos.

Festa da Flor

Funchal Madeira

É o evento mais emblemático do arquipélago da Madeira e é também o que tem mais cor. Durante várias semanas, o Funchal tem o aroma das flores e a alegria dos milhares de turistas que aqui chegam. A construção do Muro da Esperança, simbolizado pela colocação de flores pelas crianças e os tapetes florais que se estendem pelas ruas são momentos únicos deste evento, mas o cortejo alegórico, com cerca de mil figurantes de todas as idades, é o ponto alto do desfiles de perfumes que encanta a nossa principal cidade. E, para aprimorar ainda mais estas semanas de festival, a Festa da Flor é abrilhantada por uma parada de automóveis, constituída por viaturas clássicas, que aliam à sua beleza incomparável, a simplicidade e encanto dos arranjos florais. Um misto de magia que aconselhamos vivamente a não perder. Sujeito a compra de bilhete.

Oficina | Propagação de plantas no Jardim Gulbenkian

Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa

A manutenção do Jardim Gulbenkian é uma das atividades mais importantes para a permanência do conceito e projeto dos arquitetos paisagistas Gonçalo Ribeiro Telles e António Viana Barreto. A equipa de manutenção deste jardim participa diariamente na dinâmica evolutiva e no equilíbrio entre os diferentes elementos – água, solo e vegetação. Uma das suas principais tarefas é a multiplicação de plantas em viveiro. A propagação de plantas do próprio jardim permite conservar a biodiversidade e o património genético do jardim, garantindo a imediata adaptação das plantas ao espaço. Nesta oficina prática vamos perceber o papel da vegetação neste jardim, conhecer algumas das plantas que são multiplicadas; quais as técnicas e épocas mais adequadas; que influência têm a luz, a sombra, a temperatura, o solo e até as fases da lua no sucesso do desenvolvimento da planta, e, por fim, experimentar as várias técnicas ao longo das várias sessões. A oficina realiza-se no jardim, independentemente das condições atmosféricas. Os participantes devem trazer vestuário e calçado adequados, luvas e tesoura de poda, no caso de terem. Devem também trazer um saco ou uma pequena caixa para transportar as plantas, no final de cada oficina. Para maiores de 16 anos.