Tarefas da Semana

Tarefas da semana: 20 a 26 de junho

No dia 20 colha as raízes

Batata

As batateiras gostam de uma temporada de crescimento fresca mas sem geada. Cultive as batatas mais tarde na primavera em regiões mais frias do norte, ou comece logo mais cedo ainda no inverno e início de primavera nas regiões quentes.

Cultive as batatas em pleno sol. Plante-as em solo fértil e bem drenado, rico em matéria orgânica. Adicione vários centímetros de composto orgânico aos canteiros ou regos no terreno antes do plantio. Cave e solte o solo até 45 cm de profundidade ou em alternativa cultive batatas em camalhões elevados.

Não terá grande sucesso com batatas se o solo é compactado, pesado, argiloso ou constantemente molhado. Um pH do solo entre 5,0 a 5,5 é o ideal.

A colheita de batatas plantadas no final do inverno ou na primavera deve ser feita antes das temperaturas médias diárias serem superiores a 27 ºC, visto que as batatas não crescem bem em calor extremo nem solo seco. Altas temperaturas podem fazer com que as batatas maduras percam a sua cor e textura.

Nos dias 21 e 22 dê especial atenção às flores e arbustos

Roseira

O primeiro round de rosas ocorreu durante a primavera e agora é tempo de alguns cuidados extra com as roseiras, especialmente aquelas que prometem uma floração repetida mais tarde até ao final do verão.

As plantas despendem muita energia na produção das flores e é preciso rejuvenescer e reabastecer as reservas nutrientes do solo que alimenta as suas roseiras. Roseiras negligenciadas serão menos bem sucedidas a recompensar o jardineiro com uma profusão de flores e aromas, e ao mesmo tempo mais propensas a sucumbir a doenças e pequenas pragas.

Pode e deve fazer algumas podas imediatamente após a floração, cortando um pouco do crescimento ligado às flores secas para permitir que novos brotos verdes com futuros botões se desenvolvam. Uma poda mais séria adicional pode sempre ser realizada no inverno.

Regue bem as roseiras se o tempo estiver seco, especialmente após dar-lhes fertilização. Embora as rosas não gostem de chuva nas flores abertas, adoram nas raízes. O solo excessivamente seco deixa as rosas mais suscetíveis a doenças, como fungos e podridão cinzenta.

Aplique uma generosa porção de fertilizante para roseiras todos os meses em torno de cada planta e incorpore à superfície do solo usando uma enxada ou ancinho.

Nos dias 23 e 24 cuide das plantas aromáticas e hortícolas de folha

Poejo

O óleo de poejo é um extrato derivado de folhas da planta do género das hortelãs, a Mentha pulegium, que foi muito usado no passado como repelente de insetos e abortivo. Quando tomado por via oral, o óleo de poejo é altamente tóxico e tem sido associado a casos de lesão hepática e até morte.

Tem uma fragrância forte semelhante à hortelã e foi usada por séculos para dar sabor a alimentos, vinho e chás de ervas.

Atualmente, o poejo é usado em aromaterapia, como aditivo de banho e repelente de pragas das plantas mas não é recomendado para ser tomado internamente.

É uma bela planta para enriquecer o seu jardim de aromas sendo uma das plantas que adoram o sol mas evite o seu consumo ou faça-o muito regradamente. Aprecie-o pelo seu cheiro que é despertado com abundância sempre que rega o jardim preferencialmente cedo de manhã ou então ao final do dia.

Pode juntar esta planta com outras aromáticas de diferentes portes como o alecrim, a lúcia-lima e os tomilhos.

Gostou deste artigo?
Então leia a nossa Revista, subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.


Poderá Também Gostar