Tarefas da Semana

Tarefas da semana: 4 a 10 de julho

Nos dias 4 e 5 cultive os seus frutos

Mirtilo

As plantas compradas em viveiro com 2 ou 3 anos de idade que vêm com quase 1 metro de altura são uma boa opção para frutificar mais rápido em sua casa. Mantenha as raízes sempre húmidas entre a compra e o plantio em local definitivo.

No final do inverno (fevereiro-março), assim que o solo possa ser trabalhado, é a melhor altura para meter estas plantas de raiz nua.

Quanto ao espaçamento, deixe 1,5 metros entre plantas na linha e 2 a 3 metros entre linhas de plantação. Plante-as sempre à mesma profundidade que as plantas estavam a crescer no viveiro ou no recipiente. Depois firme levemente o solo ao redor da planta e regue bem.

Os mirtilos amadurecem durante um período de dois meses após a floração. Isto varia de acordo com o cultivar, condições climáticas e vigor da planta. As plantas devem produzir cerca de meio quilo por arbusto no terceiro ano. Certifique-se que mantém o solo ligeiramente ácido para melhor produção.

Nos dias 6, 7 e 8 cultive as raízes

Alho-francês

É uma cultura relativamente fácil de cultivar, o alho-porro leva cerca de 5 meses para ser colhido. Prefere um lugar com pleno sol em solo bem arejado, e crescerão bem em canteiros de jardim, contentores elevados e vasos profundos.

Deixe um espaçamento entre plantas de cerca de 20 cm e não menos de 30 cm entre as linhas. Regue bem as plantas antes do plantio e deixe as raízes ficarem bem molhadas especialmente em dias de calor.

Adicione uma camada de matéria orgânica ou estrume bem curtido à área de plantio, e incorpore.

Abra um rego com aproximadamente o dobro da profundidade da bola de raiz das suas plantas. Cubra com terra e pressione o solo suavemente ao redor da base da planta.

Regue bem as suas plantas na primeira semana e continue a hidratá-las regularmente ao longo de todo o período de desenvolvimento.

Nos dias 9 e 10 cultive flores

Alstroemeria

Também conhecido como Lírio dos Incas, é uma planta herbácea de raiz tuberosa. Faz parte da família Alstroemeriaceae, que é nativa de algumas regiões da América do Sul, incluindo o Chile, Brasil e Peru.

Existem muitas variedades diferentes de alstroemerias, como as variedades anãs com apenas 30 cm de altura até às variedades altas que ultrapassam o metro de altura. Durante a primavera, as alstroemerias formam um aglomerado de caules verticais com folhas verde-claras em forma de lança, dependendo do cultivar.

A fase de floração vai desde meados a final da primavera até ao verão. As cores das flores são branco, laranja, damasco, verde, roxo, rosa e vermelho e assumem uma aparência de lírio com muitas marcas e pintas ornamentais na flor.

Ao plantar, saiba que elas preferem sol pleno, ou alguma sombra em climas mais quentes, garantindo que têm um solo moderadamente fértil e bem drenado. As Alstroemerias são tolerantes à seca uma vez estabelecidas e com uma camada de cobertura vegetal a proteger as suas raízes tuberosas.

A alstroemeria é uma planta de baixa manutenção. Variedades maiores podem ser usadas na parte de trás dos canteiros de jardim para trazer explosões de cor, enquanto variedades anãs podem ser usadas como bordaduras perenes e em vasos ou floreiras.

São uma excelente flor de corte, particularmente as variedades mais altas, bem cotadas pelos floristas pelos seus caules longos. As flores cortadas têm uma vida útil de mais de 2 semanas. As flores não são perfumadas, pelo que são uma boa escolha para pessoas alérgicas que se afligem com os jardins perfumados.

Gostou deste artigo?
Então leia a nossa Revista, subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.


Poderá Também Gostar