Plantas Ornamentais

A beleza das estrelícias

Strelitzia reginae

As estrelícias são plantas tropicais muito resistentes que se adaptam perfeitamente ao nosso clima temperado. São ideais para jardins de baixa manutenção pelos poucos cuidados que necessitam para se manterem bonitas e saudáveis durante muitos anos.

Strelitzia reginae 

É uma planta herbácea perene, rizomatosa, com raízes carnudas e compridas e com folhas rijas que podem chegar a 1,50 m de altura. É originária da África do Sul e foi introduzida como planta ornamental na Europa há 200 anos. As suas flores exóticas muito particulares e de longa duração são a razão de ser da sua popularidade e surgem um pouco ao longo de todo o ano, sobretudo nos meses de inverno e primavera. As inflorescências são compostas por um conjunto de flores laranjas, anteras e estigmas azuis que parecem umas flechas e que saem de uma grande bráctea em forma de bico. Estas características originais fazem com que as estrelícias também sejam chamadas de ave-do-paraíso.

Condições de plantação

Ao sol ou em meia-sombra em terrenos férteis e bem drenados. Toleram geada moderada e o ar marítimo. No jardim, formam grandes maciços. Podem ser mantidas em vaso num terraço ou varanda.

Manutenção

As estrelícias são plantas de cultivo fácil e que requerem poucos cuidados. A limpeza das flores e folhas velhas é muito importante para potenciar a floração e a beleza da planta. A propagação pode ser feita facilmente por divisão dos seus pés.

Curiosidade

Strelitzia reginae significa estrelícia da rainha em homenagem à rainha Carlota Sofia, duquesa Mecklemburg Streliz e mulher do rei Jorge III, de Inglaterra. A flor desta estrelícia é a flor oficial de Los Angeles.

Strelitzia nicolai

Strelitzia nicolai

Esta é uma planta de grande porte que pode atingir alturas superiores a seis metros. As suas grandes e compridas folhas conferem um ar fresco e tropical ao jardim ou terraço e fazem lembrar as folhas das bananeiras, pelo que também há quem chame bananeira gigante a esta espécie de estrelícia. As inflorescências têm uma forma semelhante às das estrelícias reginae, mas as flores são brancas e a bráctea em forma de bico é preta

Plantação

São plantas que devem estar isoladas em destaque num jardim e ficam perfeitas perto de uma piscina. As estrelícias conseguem-se manter em potes grandes a decorar um terraço, um pátio ou mesmo ou em vasos dentro de casa, desde que seja um espaço arejado e com muita luz. Atenção, são plantas pouco tolerantes à geada.

Manutenção

As estrelícias gigantes não necessitam de cuidados especiais de manutenção. Deverá ter atenção à cochonilha se mantiver a planta dentro de casa.

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar