Plantas Ornamentais

Como cuidar das plantas em vaso no verão

Em pleno verão as plantas em vaso necessitam atenções especiais para não sucumbirem ao calor e á seca. É essencial regar dia sim dia não e de preferência com menor frequência mas  em abundância e com regularidade.

1. Durante as férias

As plantas em vasos secam mais cedo do que as cultivadas no jardim. Para lhes dar a água que necessitam durante a sua ausência, existem diferentes soluções como instalar um sistema de rega gota-a-gota ou recipientes autorrega, com fundo duplo a partir do qual absorvem a água através de uma mecha de feltro. Também pode recorrer a cones de cerâmica, que administram a água gota-a-gota ou à garrafa de plástico invertida com a tampa perfurada.

Leia também: Vou de férias. O que faço com as plantas?

2. Mais água no crescimento

Durante a época de maior crescimento, entre finais de maio e princípios de setembro, as plantas necessitam mais água do que no resto do ano. Insista sobretudo nas plantas situadas a Sol pleno ou em locais demasiadamente expostos ao vento, onde a água evapora mais rapidamente. Também necessitam atenções extra as colocadas em vasos de terracota ou argila, materiais muito absorventes e as instaladas em recipientes pequenos com uma capacidade limitada de armazenar água.

3. Evite encharcamentos

O encharcamento, quer seja por acumulação de água na parte superior do vaso, no prato inferior ou por causa de drenagem insuficiente, é um dos principais perigos que enfrentam as plantas cultivadas em vaso. A humidade permanente pode apodrecer as raízes e inclusive provocar a morte da planta. Como prevenção, melhore a drenagem dos vasos, perfurando o fundo e colocando argila ou gravilha. Regue apenas o necessário e utilize substrato de qualidade.

4. Salve as plantas

Se após uma ausência de uns dias verificar que o sol estragou as suas plantas, deve por mãos à obra rapidamente para tentar salvá-las. Em primeiro lugar, pode as partes mais secas de cada exemplar. Depois, coloque as plantas na banheira ou em recipientes cheios de água até que as bolhas deixem de sair. Deixe escorrer o excesso de água e cubra a superfície com gravilha ou conchas decorativas para limitar a perca de líquido. Coloque as plantas à sombra e afastadas das correntes de ar. Volte a regar como habitualmente mas não adube até as plantas estarem recuperadas.

A portulaca é uma planta com flor no verão.

 

5. “Mulching” sobre o substrato

Aplicar uma cobertura vegetal sobre o substrato dos vasos e jardineiras é uma boa forma demanter a humidade mais tempo. Evita a evaporação da água, reduzindo as necessidades de rega ao mesmo tempo. Pode recorrer a materiais orgãnicos como palha ou casca de pinho ou inorgânicas como gravilha ou areia grossa, entre outras. Os primeiros materiais acabam por se converter em nutrientes; os inorgânicos são mais decorativos e permanentes.

6. Plantas ao fresco

Uma exposição muito direta e prolongada aos raios solares nesta época pode levar algumas plantas ao sofrimento. Estarão mais cómodas em local fresco. Também pode ter chegado a altura de levar para o jardim as de interior que pretenda proteger de um ambiente demasiado quente ou submetido à ação do ar condicionado. Utilize um sistema de transporte estável e resistente para mover os vasos pesados.

Fotos: Thinkstock

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar