Manutenção

25 dicas de outono – parte 2

Nesta época do ano, nas zonas frias, não são frequentes geadas muito fortes, enquanto nos climas temperados algumas plantas ainda se encontram em crescimento. É necessário muito cuidado com o vento e a chuva, por isso faça as tarefas tendo em conta o tempo que se faz sentir e o calendário.

Em pleno outono…

10- Folhas caídas: recolha todas

Recolha todas as folhas que caíram das árvores porque servem de refúgio a insectos e parasitas prejudiciais para as plantas. Além disso, quando se decompõem provocam podridões e doenças. As folhas saudáveis podem ser aproveitadas para o silo de compostagem.

11- Jardim de rochas: tempo de renovação

Faça o seguinte: retire as daninhas, regue pouco durante toda a estação; nivele o terreno e aplique húmus ou turfa e gravilha. Não proteja demasiado as plantas do jardim rochoso porque as primeiras geadas contribuem para reforçar a sua resistência.

12- Interior: pulverize com água

As plantas que se encontram em casa devem ficar afastadas de qualquer fonte de calor, assim como preservadas das correntes de ar. Pulverize as folhas de 15 em 15 dias, com água tépida e mole. Regue apenas quando o substrato está seco e em pouca quantidade, evitando encharcar.

13- Árvores: conselhos de plantação

Tons dourados, vermelhos e ocres é o que oferecem arces, castanheiros e gingkos, entre outras plantas. Faça a plantação de árvores quando os ramos estiverem desprovidos de folhas. Não descure a rega após a plantação porque estas árvores são muito sensíveis à presença de água no solo.

14- Composto caseiro é o melhor

Para fazer composto caseiro quase tudo é aproveitável: resíduos do jardim, ervas, restos de relvado, folhas secas. Quase tudo à excepção de folhas secas. Recorde-se que o composto deve estar sempre húmido e deve ser arejado de vez em quando.

15- Bolbos: plante os de primavera

Plante nesta altura bolbos de primavera: túlipas, narcisos, crocus, anémonas e jacintos. São adequados para vasos e jardineiras embora para um efeito natural no maciço devam ser semeados à mão. A profundidade da plantação varia: túlipas ou íris entre 10 a 15 cm; narcisos a 20 cm; os jacintos devem ser plantados mais superficialmente em solo drenado e solto.

16- Relvado: retire os restos de relva

Com o escarificador retire os restos de relva cortados que se acumulam sobre o relvado e que provocam a falta de arejamento. Reduza a rega e nivele o terreno. Aplique inseticida se detetar lagartas no terreno.

17- Estacas: corte e plante

O período da manhã é o mais indicado para cortar estacas porque é quando a planta se encontra bem abastecida de água (embora à noite a concentração de hidratos de carbono seja maior). Depois de cortar não demore muito a plantar. Mantenha a humidade elevada em torno das estacas.

Fotos: StockImages

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram

Poderá Também Gostar