Jardim

Bicho da conta: como combater

Bicho da conta

Apesar de ser aparentemente inofensivo o bicho da conta pode atacar as suas plantas quando menos espera. Descubra aqui quais as características desta praga e como a combater.

Praga

Bicho da conta ou cochonilha da humidade (Oniscus asellus L., Porcellio scaberLatr.)

Características

Pequeno crustáceo cinzento da família dos isópodes, com o corpo convexo pequeno, de 5-15 mm, de forma oval. Tem dois pares de antenas e 7 pares de patas. Gostam muito de detritos ou restos orgânicos, contribuindo para a degradação da matéria orgânica do solo.

Ciclo biológico

O bicho de conta vive em ambientes húmidos e com muita matéria orgânica, encontrando-se no solo ou debaixo de pedras e outros restos orgânicos onde colocam os seus ovos. Os ovos e os “filhotes” mantêm-se alguns meses protegidos pela “armadura” da sua mãe. A esperança de vida de um bicho da conta é de dois anos.

Plantas mais sensíveis

Gostam especialmente de culturas herbáceas jovens.

Danos

São mais ativos durante a noite e alimentam-se das partes mais tenras e jovens das plantas, provocando “feridas” nas folhas, tubérculos, bolbos e raízes. Nas estufas podem danificar as sementes e as pequenas plantas. Os vegetais e sementes que se guardam nos armazéns também podem ser afetados.

Combate biológico

Prevenção/aspetos agronómicos

Eliminar pequenos refúgios como sacos, restos de vegetais e camadas de “mulching” que se encontrem no solo; drenar bem os terrenos para não ficarem húmidos; fazer armadilhas com pedras, jornais, sacos pretos de plástico ou tijolos, onde eles se alojam, para mais tarde os eliminar; colocar terra de diatomaceas nos locais onde se juntam estes crustáceos.

Fotos: GettyImages

Gostou deste artigo?
Então leia a nossa Revista, subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.


Poderá Também Gostar