Hortícolas e Frutícolas

Cultura da cenoura

A cenoura (Daucus carota ssp. sativus) pertence à família botânica das Apiáceas, onde se incluem também o aipo, o funcho, a salsa e os coentros. É originária da Ásia Central (Afeganistão-Turquestão). É um alimento rico em fibra, contendo vitaminas A, B e C e provitamina A (betacaroteno), antioxidantes e açúcares simples (levulose e dextrose). Contribui para o equilíbrio ácido-básico; é tónica, remineralizante, suave e amiga do fígado.

É uma planta bienal cultivada como anual, dado que é no primeiro ano que acumula reservas na raiz. A sua cor mais comum é laranja, mas a cenoura pode ter igualmente cor branca, amarela, vermelha ou púrpura.

Condições ótimas de cultivo

Trata-se de uma cultura de estação fresca, sendo as temperaturas ótimas de 15 a 21º C. Quando as temperaturas ultrapassam os 21 ºC, as raízes tendem a ficar curtas e espessas. Temperaturas menores a 16 ºC favorecem a formação de raízes longas e fi nas. Prefere solos profundos, soltos, de textura ligeira a média, simultaneamente húmidos e bem drenados, com pH 6 a 6,8. Devem evitar-se solos com pedras e solos argilosos ou compactados que provocam, por sua vez, deformações nas raízes. O ciclo cultural da cenoura varia de 90 a 130 dias e a produtividade pode rondar 5 a 8 kg/m².

Sementeira

Semeia-se desde que a temperatura média seja superior a 6º C. No Ribatejo e no Sul, semeia-se praticamente todo o ano; no Norte, semeia-se a partir de março até outubro.

A cenoura tem pouca capacidade de competição com as infestantes. Assim, torna-se útil fazer uma falsa sementeira, preparando o terreno umas semanas antes da sementeira da cenoura e regando como se já estivesse semeado. Forçam-se assim as infestantes a germinar e arrancam-se antes da sementeira. Deve aplicar-se composto bem maduro antes da instalação da cultura.

Deve evitar-se o estrume não compostado, que atrai a mosca da cenoura. A preparação do solo deve ser feita com uma mobilização a 25-30 cm, para facilitar o crescimento uniforme da raiz, seguida de mobilizações superficiais. A camada superficial (cerca de 4 cm) deve ser bem esmiuçada para permitir uma boa embebição da semente, sem a qual a germinação é irregular. É boa prática armar camalhões, para melhor drenagem do terreno. A cenoura é semeada no local definitivo a 3-5 milímetros de profundidade.

A sementeira é feita em linhas, espaçadas de 20 cm. As sementes são distribuídas de forma contínua ao longo da linha ou em grupos espaçados de 2,5 cm. Desbasta-se semanalmente a partir do momento em que as plantas têm duas a três folhas, até se chegar a cinco centímetros de distância, aumentando até aos dez centímetros quando se colhem as raízes.

Rotações e consociações favoráveis

Quando a dimensão do terreno permite fazer afolhamento e rotações, a cenoura funciona como cabeça de rotação, em rotações de três a cinco anos.

Precedentes culturais adequados: Alho, cebola, alho-francês.

Precedentes culturais a evitar: Apiáceas e culturas de raiz, cereais (em especial o trigo), Brassicáceas (em especial a colza).

Consociações favoráveis

Feijão-anão, alface, cebola (repele a mosca-da-cenoura), pastinaca, alho-francês, ervilha, rabanete.

Cuidados culturais

É importante regar com frequência, em pequenas dotações. Também é fundamental mondar com frequência, em especial nas primeiras quatro semanas de instalação da cultura. Uma população densa de infestantes provoca a deformação das raízes. A monda pode ser manual, mecânica ou térmica.

Colheita e conservação

A cenoura é mais doce colhida imatura ou parcialmente imatura. É conservada, sem a rama, a 0º C e 98% de humidade relativa.

Sabia que…?

As cenouras, para além do seu excelente sabor, têm elevado conteúdo de caroteno, que é transformado pelo nosso organismo em vitamina A. O consumo de apenas 100 g de cenoura oferece ao nosso organismo, em média, as necessidades diárias desta vitamina, que é essencial para o bom funcionamento da pele e da pigmentação dos olhos.

Fotos: GettyImages

Texto: AGROBIO

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube

Poderá Também Gostar