Plantas Ornamentais

Billbergia, as bromélias mais fáceis de cuidar

Billbergia pyramidalis

As famosas Billbergiae são consideradas das bromélias mais fáceis de cuidar que podemos ter nos nossos jardins. São adequadas para quem não tem muita experiência a cuidar deste tipo de plantas e quer começar a fazê-lo.

De um modo geral, são plantas extremamente resistentes pelo que são indicadas para os jardins e varandas de todo o país, uma vez que se adaptam à maior parte das condições. Podemos observá-las com alguma frequência plantadas em diversos jardins públicos. Os cuidados de manutenção de que necessitam são poucos e simples.

As espécies mais difundidas em Portugal são: Billbergia nutans, Billbergia vittatta, Billbergia schimperiana e Billbergia pyramidalis.

Billbergia vittata

As folhas

São coriáceas, marginadas por minúsculos espinhos. Formam uma urna profunda de onde, como é regra nesta família botânica, emerge a haste floral pendente, de brácteas coloridas e flores de beleza singela.

A floração

Infelizmente esta espécie tem floração de muito curta duração, rondando os 7 a 10 dias desde o seu início até a haste floral murchar. Quando isto acontecer, devemos cortá-la na totalidade de forma a preservar a planta em boas condições estéticas e fitossanitárias. Quando o exemplar que floriu começar a degradar-se, deve ser cortado, dando espaço aos rebentos que entretanto terá produzido.

Billbergia nutans

Como plantar

Para tirar o máximo partido da beleza destas plantas, sugere-se que não utilize apenas um exemplar, mas que faça a plantação de vários pés de diferentes Billbergias em vasos suspensos ao nível dos olhos. Desta forma poderá tirar todo o partido da sua exótica beleza. Tenha o cuidado de escolher exemplares variados de formas e cores diferentes para usufruir da sua versatilidade e variedade em pleno.

Rega

A água do interior da planta tem tendência a ficar suja pelo que periodicamente deve ser abundantemente regada para o interior da urna de modo a que a água se renove.

Fotos: Jorge Frexial

Gostou deste artigo? Subscreva o nosso canal no Youtube e siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest.

Poderá Também Gostar