Jardim

Jardins com estilo mediterrânico

Um jardim com estilo mediterrânico é possível com imaginação e poupança.

Feche os olhos por breves segundos e sinta-se na Toscana… com o sol quente a bater nas ruas empedradas, o doce perfume de madressilva, jasmim e lavanda que dança pelo ar, as cores quentes de terracota misturadas com os verdes e lilases…. Já se sente imbuído pela singularidade de uma paisagem mediterrânica? Para recriar este ambiente mediterrânico no seu jardim, precisa de três elementos fundamentais:

1) Apostar em árvores, arbustos e plantas rasteiras

A vegetação dos locais de clima mediterrâneo são plantas arbóreas de pequeno porte, arbustos e plantas rasteiras. As plantas, designadas por xerófilas, vivem em condições de secura quer em relação ao solo quer em relação à atmosfera. A flora dominante, nas zonas mediterrânicas, são as ervas aromáticas, gramíneas, árvores de pequeno porte com cascas grossas e duras e grandes ramificações como o carvalho português, carvalho-negral, sobreiro, carrasco e azinheiras. A esta lista ainda é muito comum acrescentar a oliveira e os citrinos (laranjeiras, limoeiros). A sugestão é usar vasos grandes de barro com árvores, como, por exemplo, a oliveira, ou ainda vasos médios com pequenas ervas aromáticas e flores ornamentais de cores quentes. Estas últimas, além do seu uso diário, quer para a culinária, quer para a estética, criam uma dinâmica bem interessante no seu espaço exterior. Tomilhos, mentas, lavandas, alecrins, morangos, etc.

2) Jogo de cores: terracota, laranja, verde, lilás

O recurso a cores como castanho-terracota e verde transportam-nos para ambientes quentes e característicos dos espaços mediterrâneos. A sugestão para criar um espaço acolhedor é o uso de uma trepadeira muito típica como a buganvília. Usar trepadeiras, especialmente as conhecidas buganvílias, pode criar um espaço de sombra sendo um ponto de atenção para passar as tardes quentes de verão.

3) Design simples e pavimentos naturais

A junção de plantas com materiais e mobiliário de verga ou madeira simples sem muitas texturas é essencial para produzir um estilo singular mediterrânico. Os pavimentos a criar podem ser naturais, como o exemplo de estilha de madeira, folhas cortadas e/ ou moídas. Outros exemplos de pavimentos a usar podem ser cascalho, seixo e gravilha. Outra sugestão bem interessante é o uso de tapetes no exterior; cada vez mais se usam tapetes nos jardins. Tapetes de cores quentes oferecem um espaço único que pode ser um excelente corredor de passagem entre a casa e o exterior, sempre bem combinado de forma equilibrada e harmoniosa. Com a escolha de um jardim mediterrânico ainda poupa no orçamento e ajuda o ambiente com um contributo racional do uso água, uma vez que são plantas resistentes e tolerantes à secura. Além disso, economiza nas operações de manutenção do jardim, uma vez que são pouco exigentes nas operações culturais.

DESTACO DOIS VIVEIROS ONDE PODE ENCONTRAR AS PLANTAS:

Sementes de Portugal (loja online) https://www.sementesdeportugal.pt/

Consulte a Lista de Plantas Mediterrânicas da Sigmetum (Poceirão, Palmela) https://sigmetum.com/lista-de-espcies

SAIBA MAIS

Acompanhe as novidades de perto nas redes sociais (Facebook e Instagram)
www.facebook.com/Pisoterreo | www.instagram.com/pisoterreo_ap

Precisa de ajuda para o seu jardim?
Entre em contacto connosco para mais ideias, dicas e conselhos.
Consultoria à sua medida: geral@pisoterreo.com

Poderá Também Gostar