Pragas e Doenças

Mal branco da salsa

Saiba quais são as principais características desta doença e como combatê-la.

Doença

Mal branco, oídio, cinzeiro, mal branco da salsa, mal branco das Umbelíferas ou branco-das folhas (Erysiphe umbelliferarum).

Características

Trata-se de uma doença causada por um fungo (pequenas esferas escuras de diâmetro de 100 micron) que aparece quando o clima é húmido e quente, podendo causar grandes prejuízos.

Ciclo biológico

Este fungo pode “hibernar” no inverno na forma agâmica de micélio, nos restos da cultura ou, sob a forma de micélio, na vegetação espontânea infetada. Na primavera ou no outono, o fungo volta à atividade na forma de “Oídium” e “Oidiopsis”, originando novas infeções, que têm o seu ponto máximo quando o clima é quente (ótimo de 22- 26ºC) e húmido (70-80% de H.R) entre setembro e outubro e maio-junho. As variações amplas de temperatura diurna e noturna e o vento (dissemina os esporos) favorecem o crescimento micelar rápido e a chuva impede a esporulação.

Plantas mais sensíveis

Cenoura, salsa e funcho.

Danos/sintomas

Aparecem manchas esbranquiçadas ou acinzentadas (micélio), pulverulentas, nas partes verdes da planta. Nos casos mais graves, regista-se uma necrose dos limbos foliares.

Prevenção/aspetos agronómicos

Se possível, utilizar variedades mais tolerantes ou resistentes ao “oídio”; métodos de condução arejados; Variedades não devem ser muito vigorosas; Temperaturas inferiores a 10ºC e superiores a 34ºC e humidades relativas inferiores a 70% travam a propagação deste fungo; Controlar os adubos azotados; não regar por aspersão; retirar as folhas infetadas; Plantar alhos; alargar os compassos.

Combate biológico

Os fungos Ampelomyces quisqualis, têm sido utilizados no tratamento curativo de oídios, sendo aplicado sobre as folhas. Luta química biológica: Efetuar tratamentos intervalados de 7-14 dias com produtos contendo enxofre (enxofre em pó polvilhável, enxofre molhável), tendo o cuidado de não aplicar este fungicida com temperaturas superiores a 25ºC, devido à sua toxicidade. Pode juntar lithothame (alga) à calda.

Foto: Pedro Rau

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram

Poderá Também Gostar