Jardim

Quintais e varandas sustentáveis

Escolha plantas que ajudem a alimentar pássaros.

Um dos livros que recomendamos nesta edição, Nature ́s Best Hope, do autor Douglas W. Tallamy, lança-nos um desafio muito simples: começar a fazer a diferença no nosso jardim, no nosso quintal, aumentando a quantidade de plantas e de espécies que temos disponíveis para que pássaros, insetos e outros pequenos animais possam procurar abrigo nestes espaços e desta forma aumentar a biodiversidade e a sustentabilidade de que tanto se fala. Se todos os quintais, terraços e logradouros tivessem a preocupação de ter algumas plantas para atrair fauna, as cidades seriam bem diferentes e o planeta agradeceria.

No inverno, há mais escassez de alimentos e podemos optar por colocar comedouros para os pássaros, mas também podemos plantar herbáceas e arbustos com bagas, o que vai ajudar a que estes animais tenham parte do alimento de que necessitam para sobreviver. É importante que a maioria das plantas introduzidas para este fim seja autóctone, como o medronheiro, o pilriteiro, a gilbardeira e o folhado, pois são espécies da flora portuguesa e que naturalmente são comidas por este animais e lhes servem de abrigo. Aqui ficam alguns exemplos de plantas que podem facilmente ser introduzidas nos quintais e jardins nas cidades.

PIRACANTA

PIRACANTHA COCCINEA

Condições de cultivo: Sol pleno, solos férteis e ricos em matéria orgânica, bem drenados. Necessitam regas após os primeiros meses de plantação.

Utilização: Sebe compacta, maciço, vaso e floreira, planta isolada. Resiste bem à poda. Flores brancas perfumadas na primavera e bagas cor de laranja muito decorativas no outono e no inverno.

COTONEÁSTER

COTONEASTER SALICIFOLIUS

Condições de cultivo: Sol ou meia-sombra, solos bem drenados, férteis e ricos em matéria orgânica.

Utilização: Revestimento do solo, bordaduras, taludes, vasos e floreiras. Atrai todo o tipo de insetos polinizadores úteis ao jardim. Floração branca perfumada na primavera.

SKIMMIA

SKIMMIA JAPONICA

Condições de cultivo: Zonas de sombra ou meia-sombra. Solos ligeiramente ácidos e com alguma matéria orgânica.

Utilização: Arbusto usados isoladamente, em sebe, vaso ou floreira. Existem várias variedades diferentes. As flores brancas são muito aromáticas e aparecem na primavera, e as bagas encarnadas muito decorativas aparecem no outono e inverno. Normalmente, são plantas hermafroditas, logo, para ter bagas, deve ter plantas fêmeas e plantas machos.

FOLHADO

VIBURNUM TINUS

Condições de cultivo: Sol. Dá-se bem em qualquer tipo de solo desde que seja muito bem drenado. Resistente ao frio, geada, vento e ao ar do mar. Tolera a falta de água.

Utilização: Arbusto de folha persistente muito usado em sebe, isolado e também em vaso e em floreira. Aguenta bem a poda. Floração branca no inverno e bagas na primavera.

MEDRONHEIRO

ARBUTUS UNEDO

Condições de cultivo: Sol ou meia-sombra. Aguenta períodos de seca. Desenvolve-se em solos ácidos e calcários. Muito resistente a pragas e doenças. Floração branca e forma de campânula, no outono.

Utilização: Arbusto ou pequena árvore. Usada isoladamente ou em maciço. Frutificação no outono e inverno, baga comestível.

MURTA

MYRTUS COMMUNIS

Condições de cultivo: Sol ou meia-sombra. Dá-se bem em todo o tipo de solos, mas prefere os mais secos. Necessita de regas regulares nos períodos mais quentes do ano. Planta muito rústica e resistente a pragas e doenças.

Utilização: Arbusto de folha persistente e perfumada que aguenta bem poda e topiária. Floração branca na primavera e frutificação no outono e inverno.

PILRITEIRO

CRATAEGUS MONOGYNA

Condições de cultivo: Sol ou meia-sombra. Solos ácidos e calcários. Gosta de alguma humidade, é resistente à geada, ao frio e ao vento.

Utilização: Arbusto ou pequena árvore. Usada isoladamente ou em maciço. Frutificação no outono e inverno, baga comestível. Tem muitas propriedades medicinais.

GILBARDEIRA

RUSCUS ACULEATUS

Condições de cultivo: Zonas de meia-sombra e bastante frescas. Terrenos húmidos e ricos em matéria orgânica.

Utilização: Pequeno arbusto de folha perene com bagas encarnadas no outono e inverno, muito procurado no Natal. Usado em bordaduras, maciços e sebes baixas.

Poderá Também Gostar