Manutenção Geral Plantas de Interior

Conselhos do mês para plantas de interior

Em fevereiro, deve ter em conta tarefas relativas às suas plantas de interior. Fique a conhecer os principais conselhos e dicas para problemas que possam surgir durante este mês.

Cochonilha

Guerra à cochonilha

Com genebra

Não seria estranho se algumas das suas plantas recebessem agora a visita da cochonilha. Ensope um pano com genebra e água e passe-o pelos locais afectados pelas cochonilhas. Em casos graves, é melhor aplicar um anticochonilhas.

Rode os vasos

Nestes meses mais escuros, as plantas podem orientar-se pela luz. Para evitar que se dobrem, volte-as de vez em quando. Rode os vasos com quartos de volta de cada vez.

Pulverize a folhagem

Nos locais muito frios, recordese de pulverizar as plantas de dois em dois dias para que a secura do aquecimento não prejudique a folhagem. Utilize água tépida e, se possível, sem cal. Conseguir água mole fervendo a da torneira e deixando esfriar.

Regas espaçadas

No que diz respeito a regas, não mude de estratégia quanto aos meses anteriores e continue a regar espaçadamente, exceto as plantas que tenham flores. Regue com precaução quando o substrato está realmente seco. Pode também utilizar o sistema de rega por tubagem, muito útil quando se vai de férias.

Cubra as jardineiras

Recorde-se que ainda não está na altura de aplicar adubos; as plantas não absorveriam e o produto poderia queimálas e intoxicá-las. Não prive as suas jardineiras do terraço de um nutritivo adubo orgânico e aplique-o como “mulching” sobre a terra.

O que fazer se a terra não drena

Frequentemente, o substrato fica compacto e parece que encolhe. Quando isso sucede, as regas não são efectivas porque a água sai pela drenagem antes de ser assimilada pelas raízes. Para evitar esta situação, remova o substrato com frequência. Desfaça os torrões e junte um pouco de areia e misture bem para melhorar a permeabilidade e evitar a compactação.

Propagar por renovo aéreo

O renovo implica colocar em contacto um corte no ramo de uma planta com substrato, induzindo-o a produzir raízes e separando o ramo enraizado depois. Trata-se de um método de multiplicação fácil e com êxito assegurado.

  1. Elimine as folhas de um pedaço reto do ramo e corte uma lingueta com uma incisão feira de baixo para cima, com 5 mm.
  2. Aplique hormonas de enraizamento no corte e introduza musgo de esfagno ou turfa em seu redor.
  3. Envolva o renovo rodeado de musgo ou turfa com película de plástico e fixe-o ao ramo com adesivo ou cordel.
  4. Mantenha húmido e quando vir raízes a saírem pelo renovo, corte o raizame por baixo e plante isolado.

Outras tarefas

Interior quente
  • Corte, rente à terra, os exemplares com vegetação pobre.
  • Coloque os tubérculos velhos de gloxínia ou cíclamen na nova terra.
  • Regue pouco o substrato das Bromeliáceas.

Begónia

Interior fresco
  • Pode a flor de Natal, cortando um terço da sua vegetação.
  • Multiplique por estacas de folha, violetas, begónias, entre outras.
  • Entutore com suporte de musgo as trepadeiras.
Pátio
  • Elimine a ramagem seca das trepadeiras e conduza os novos rebentos.
  • Misture uma capa de composto com a terra superficial dos vasos.

Terraço
  • Semeie espécies de floração primaveril.
  • Tape com plásticos ou lonas as plantas delicadas expostas ao vento.
  • Faça conjuntos num recipiente com plantas pequenas e semelhantes.

Fotos: Thinkstock e Pixabay

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram

Poderá Também Gostar