Plantas Ornamentais

Prímula, uma flor outonal

Não posso deixar passar esta época sem falar de uma das minhas flores favoritas, a prímula. É uma flor alegre, simples e que faz um efeito extraordinário na sua varanda ou terraço, em vasos, floreiras, cestos suspensos. Pode ser uma excelente opção para as floreiras de janela, também resulta bem como planta de interior e pode substituir as flores de corte. Nos jardins, é excelente para bordaduras, taludes, etc. O dificil é escolher a cor, há tantas e tão bonitas, confesso que não lhes resisto, fazem verdadeiros arco-íris nos jardins.

Primula acaulis

Família: Primulaceae

Origem: Europa

Nome vulgar: Prímula

Ciclo de vida: Anual

Propagação: Por semente

Época de plantação: Outono/ inverno

Época de floração: Outono/inverno/primavera

Cor de floração: Cor de laranja, amarela, encarnada, roxo, lilás, branca, bordeaux, rosa, azul anil, etc

Altura: até 20 cm

Distância de plantação mínima: 20 cm

Condições de cultivo: Sol, meia sombra, qualquer tipo de solo desde que bem drenado, resiste ao frio mas não aguenta bem as geadas.

Utilização: Bordadura, vaso, floreira Manutenção: Regas regulares sem excesso de água, para prolongar a floração devemos ir removendo as flores secas e velhas. O seu nome inglês “primrose” vem do facto de ser uma das primeiras flores de primavera em Inglaterra, em Portugal é das primeiras a florir no Inverno, pois os nossos Invernos assemelham-se às primaveras inglesas.

Foto: Pixabay

Gostou deste artigo? Siga a Jardins no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar