Aromáticas e Medicinais

Plantas aromáticas que afastam pragas e fungos

No seu jardim, há muitas ervas aromáticas e medicinais que pode cultivar, não só porque lhe fazem bem a si e à família, mas porque os insetos as odeiam!

Ora vejamos alguns exemplos de espécies bem conhecidas e igualmente fáceis de cultivar no terreno bem como em vaso…

Alfazema

Conhecida como Lavanda, é do gênero Lavandula, da família Lamiaceae . É um pequenos arbusto perene muito comum em Portugal.

As espécies mais usadas como ervas aromáticas e para ornamentação são a alfazema-inglesa e a Lavandula angustifolia. Afasta pulgas, moscas, mosquitos e traças.

Hortelã-pimenta

(Mentha piperita) é uma hortelã hibrida obtida do cruzamento (reprodução sexuada — troca genética) entre Mentha aquatica e Mentha spicata.

É usada como descongestionante nasal, antigripal, digestiva e analgésica. Também usada como condimento na culinária, bem como em infusões, utilizando as folhas da planta. O mentol é uma substância que se extrai do óleo essencial desta espécie. Afasta aranhas, mosquitos e formigas.

Manjericão

Conhecida como Basílico ou Alfavaca  (Ocimum basilicum), é uma planta perene que mede aproximadamente 60 cm de altura, é originária da Ásia e África e tem um delicioso cheiro e um sabor forte muito característico.

Para aumentar o número de folhas e o ciclo da planta, devem ser retiradas as primeiras florações. Afasta moscas e mosquitos (mas sobretudo dentro de casa).

Leia mais: Manjericão, indispensável no pesto

Alecrim

(Rosmarinus officinalis) é uma planta aromática muito comum na região do Mediterrâneo, principalmente em solos de origem calcária. Devido ao seu aroma característico, os romanos assim o designavam como rosmarinus, que em latim significa orvalho do mar. Afasta pulgas e carraças.

Absinto Artemisia

(Artemisia absinthium), é uma planta da família Asteraceae. Na Grécia Antiga, esta planta era dedicada à deusa Ártemis (Diana, entre os romanos, deusa da caça e da castidade). Daí a origem do seu nome científico.

É uma planta originária da Europa e da Ásia, com folhas recortadas de cor cinzenta, de sabor amargo, que é utilizada como planta medicinal e na fabricação de uma bebida conhecida como absinto. Afasta a lepra, fungo comum, sobretudo nos pessegueiros e citrinos.

Erva-dos-gatos

(Nepeta cataria) – conhecida pelo nome comum de erva-gateira (catnip), é uma espécie de planta herbácea do género Nepeta da família Lamiaceae, nativa da Europa e do sudoeste da Ásia.

O seu nome comum tem pois origem no efeito excitante que exerce sobre gatos domésticos. Ainda afasta mosquitos.

Leia mais: Aromáticas: as topo de gama

Calêndula ou maravilhas

(Calendula officinalis) pertence à família das Asteraceae, é nativa da África central e além de ser uma das aromáticas imprescindíveis em qualquer horta, tem uma cor laranja muito bonita que traz consigo muita alegria. Afasta mosquitos e afídios.

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar