Hortícolas e Frutícolas

Como cultivar laranjas

A laranja é o fruto do mês de janeiro! Já lhe demos a conhecer um pouco da sua história e cultura bem como as condições ideais para o seu desenvolvimento e fertilização. Desta vez trazemos-lhe o seu guia de cultivo.

Técnicas de cultivo

Preparação do solo: Nivelar o solo (Buldózer) e mobilizar com uma subsoladora a 40-50 cm. No final, passe com o escarificador para preparar o terreno para a plantação.

Multiplicação: Por sementes os porta-enxertos (limoeiros, Laranjeira azeda, mandarinas, Citrange Troyer, C. carrizo, Citrumelo, Limeira, Tangerineira, etc.) e por multiplicação vegetativa (mergulhia, estacas e enxertos(escudo)) as cultivares escolhidas(garfos). As melhores épocas são abril e maio.

Data de plantação: Início da primavera.

Compasso: 5,0 x 6,0 ou 5,5 x 6,5.

Rotação: Quando se derruba um citrino, deve plantar uma cultura arvense durante três a quatro anos.

Consociação: Com os adubos verdes já referidos, soja, feijão e amendoim.

Amanhos: Podas (apenas os ramos-ladrões, os rebentos do porta-enxertos e os ramos mortos ou doentes); A poda de formação faz-se, para abrir a copa da árvore.

Regas: Por gotejamento (gota-gota).

Colheita e utilização

Quando colher: A principal colheita ocorre entre novembro e fevereiro. Colha quando o fruto está completo e a cor começa a mudar de verde para amarelo.

Produção: A laranjeira começa a produzir ao 3º-4º ano, para aumentar rapidamente até ao 15º ano. O rendimento é 8000-9000Kg/ha/ano.

Condições de armazenamento: 3-7ºC, com humidade relativa de 86-90 %, durante 8-12 semanas.

Valor nutricional: Bons teores de açúcares e vitaminas C e A e B, sais minerais pectinas e carotenos.

Melhor época de consumo: De dezembro a julho.

Usos: Consumido em fresco, geleias, doces, bolos, gelados e em sumos. A nível medicinal, os flavonoides ajudam a combater as gorduras dos alimentos e doenças do aparelho urinário. Têm propriedades digestivas, depurativas, diuréticas e anti-hemorrágicas. Conselho de especialista: Boa cultura para climas mais quentes (zona sul) e para terrenos protegidos dos ventos. Escolha variedades de produção Invernal (Dalmau e Newhall e Baía), menos sujeitas a ataques da mosca da fruta.

Entomologia e patologia vegetal

Pragas: Afídeos, cochonilhas, mosca da fruta, mosca branca, ácaros e nemátodos.

Doenças: Fumagina, vírus da tristeza, psorose, gomose, míldio, antracnose, entre outras.

Acidentes/carências: Morrem com geadas fortes e não gostam de solos salinos e com excesso de água.

Foto: Thinkstock e Pixabay

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar