Plantas

Uma planta, uma história: Uveira-da-serra

Na Madeira, em setembro, a vindima estende-se da beira-mar aos píncaros da ilha. Até aos 600 metros de altitude, são apanhados os cachos das diferentes castas de vinhas para a produção de vinhos licorosos e de mesa. Daí para cima, mas especialmente a partir dos 1000 metros de altitude, são colhidas, uma a uma, as uvas-da-serra.

Os frutos a que os madeirenses chamam uvas-da-serra não são, de facto, uvas e as plantas que as produzem nem sequer pertencem à família das videiras. As uveiras-da-serra (Vaccinium padifolium) são arbustos perenifólios, endémicos da Madeira, que chegam a atingir cinco metros de altura e integram a grande família das Ericáceas.

As folhas

As folhas são elíptico-lanceoladas, com as margens serrilhadas. Nas plantas que vivem no interior da Laurissilva, são verdes-tenras. As plantas da vegetação arbustiva do quarto andar fitoclimático, muito mais expostas à radiação solar, possuem folhas mais pequenas e com uma cor que varia do verde-escuro ao avermelhado.

Frutos

Os frutos

Os frutos, bagas ovoides com aproximadamente 1 cm de comprimento, apresentam uma tonalidade negro-azulada quando maduros. As plantas das maiores altitudes são as que produzem mais flores e frutos.

As flores

Flores

As flores campanuladas são brancas-esverdeadas, nos ambientes de sombra, e branco-avermelhadas, nos locais com boa exposição solar.

Propriedades das uvas-da-serra

Em boa verdade, as uvas-da-serra são mirtilos. Mirtilos com fisionomia e propriedades que os distinguem dos congéneres continentais, devido ao isolamento de milhões anos e às condições edafoclimáticas.

As uvas-da-serra são agradáveis quando consumidas em fresco e produzem uma compota muito saborosa, que, segundo a tradição popular, é bom remédio para a tosse e o catarro. Mas não se ficam por aqui as virtudes medicinais destes frutos. Nas décadas de 60, 80 e 90 do século passado, foram exportados para um laboratório farmacêutico francês, com o objetivo de fabricar um medicamento oftalmológico.

B.I.

Nome científico: Vaccinium padifolium

Nome vulgar: Uveira-da-serra

Porte: Arbusto

Família: Ericaceae

Origem: Madeira

Morada: Laurissilva e formação arbustiva do quarto andar fitoclimático

Fotos: Raimundo Quintal

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube.

Poderá Também Gostar