Interior Plantas de Interior

Decorar com plantas

Decorar com plantas: uma tendência que traz grandes benefícios à qualidade do ar bem como ao ambiente em geral.

O verde invadiu as nossas vidas e cada vez mais deixámos de o encontrar exclusivamente lá fora para o termos mais próximo: dentro da nossa casa, no nosso local de trabalho e mesmo em espaços de restauração e lazer.

Mas o que será esta tendência e o que nos leva a rodearmo-nos, cada vez mais, de Natureza?

Se pensarmos na evolução do Homem, conseguimos perceber.

O conceito

O ser humano evoluiu rodeado pela Natureza, pelo que o seu bem-estar e a sua sobrevivência dependem, de diversas formas, de todos os elementos que a compõem. Assim, além de alimento, as plantas representam o sentimento inato de abrigo; assumimos, assim, invariavelmente a sua presença nas nossas vidas como um aspeto positivo para a nossa saúde mental e física.

Na sua essência, as plantas são cruciais para que funcionemos em pleno, tendo em nós um efeito civilizador e simultaneamente humanizador do espaço que nos rodeia.

Mas se é apenas isto, por que é que só agora percebemos que partilhar a casa com plantas nos faz bem ao corpo e à alma?

O bulício da cidade, a poluição e a incessante busca de paz interior podem estar na base desta questão, mas o denominador comum na opinião das diferentes especialidades da comunidade científica é que a libertação de oxigénio e a regulação de humidade pelas plantas leva a que o ser humano se sinta mais confortável em espaços fechados.

Por outro lado, plantas consideradas comuns podem reduzir os níveis de elementos tóxicos existentes indoor tais como o formaldeído, o tolueno, o benzeno e o monóxido de carbono.

A temática é tão relevante nos nossos dias que esta é uma das principais preocupações de quem visita a Viplant Garden em busca de plantas para escritórios e gabinetes.

Existem, contudo, outros aspetos que nos levam a apaixonarmo-nos por ambientes com plantas: a sua capacidade de conferir vivência ao espaço e de garantir vitalidade através das cores e das texturas, a influência na redução da deposição de partículas de pó, a contribuição para a redução do ruído quando colocadas estrategicamente e a redução de stress e ansiedade com consequente aumento da produtividade são apenas alguns exemplos.

Decorar com plantas purificadoras

É sabido que todas as plantas transformam o dióxido de carbono em oxigénio, renovando o ar que respiramos, no entanto, além desta importante tarefa, funcionam também como filtros naturais de agentes tóxicos.

O Chlorophytum sp., o Nephrolepis exaltata, os Spathiphyllum spp., as Dracaenas spp. ou os Aloe sp.são bons exemplos de plantas que contribuem para a redução das quantidades de substâncias nocivas presentes em ambientes interiores sendo por isso muito procuradas.

Vários estudos defendem ainda que colocar plantas no perímetro de uma divisão pode ajudar a reduzir a deposição de partículas de pó e consequentemente diminuir os agentes alergénios em suspensão no ar.

Decorar com plantas reguladoras da humidade do ar

Através da folhagem, as plantas contribuem para a regulação da humidade relativa do ar.

Neste campo, as plantas tropicais estão em vantagem pois necessitam de ambientes mais húmidos, no entanto o Spathiphyllum spp. (lírio-da-paz) é uma das favoritas, pois contribui para a redução dos níveis de esporos de bolor no ar.

O Phlebodium aurea, com a sua apelativa folhagem cinzenta e a necessidade de um ambiente húmido, continua a ser uma das tendências para casas de banho ou cozinhas.

Decorar com plantas decorativas/funcionais no espaço

Em casa ou no escritório, as plantas podem funcionar como articuladores ou compartimentadores de espaços ou até mesmo como redutores de sons de altas frequências, comparando-se o seu efeito ao da colocação de tapetes. Neste âmbito, as plantas mais procuradas são, sem dúvida, as Monstera deliciosa que, além de resistentes, conferem conforto visual e movimento ao espaço

Também as Ficus elastica e as Ficus lyrata se encontram como preferidas na hora de dar ao lar um toque de conforto e elegância.

Decorar com plantas relacionadas com ideologias/tradições culturais

As motivações para adquirir plantas de interior variam de caso para caso e, por vezes, relacionam-se com crenças e/ou simbolismos.

A recente procura por Pilea peperomioides (planta chinesa do dinheiro) ou mais antiga, a busca pela tradicional arruda (conhecida por afastar más energias) são os melhores exemplos.

“Qualquer que seja a motivação da compra há que recordar que as plantas têm diferentes necessidades e cuidados. Para mais esclarecimentos ou aconselhamento, visite a Viplant Garden, em Oeiras ou Vilamoura!”

Gostou deste artigo?
Então subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.

Poderá Também Gostar