Hortícolas e Frutícolas

Mirtilo, o fruto da juventude

Numa época em que aumentam as preocupações com a alimentação, muitas pessoas optam por cultivar os seus alimentos. O mirtilo é um fruto muito rico em propriedades nutritivas e medicinais e todas as partes da planta são utilizadas em medicina tradicional.

Origem

Os mirtilos são pequenas bagas azuladas, produzidas numa planta arbustiva. Embora existam várias espécies, referimo-nos aqui ao mirtilo americano (Vaccinium corymbosum). As plantações comerciais de mirtilo que existem no Norte do País cultivam geralmente variedades ou híbridos do mirtilo americano, que se encontra com facilidade em hortos e viveiros. O mirtilo europeu (Vaccinium myrtillus) é uma espécie aparentada. A sua planta, originária da Europa, encontra-se espontaneamente no nosso País, nomeadamente no Minho, em Trás-os-Montes e na serra da Estrela. Distingue-se do mirtilo americano pelo seu porte bastante menor e pela sua floração individual e não em cachos. Existem várias outras espécies, mas de menor expressão.

Propriedades e usos

Os mirtilos são frutas riquíssimas em propriedades nutritivas e medicinais. Todas as partes da planta são utilizadas em medicina tradicional. Possuem diversos tipos de vitaminas, minerais e enzimas essenciais. O seu valor antioxidante é muito grande, prevenindo doenças cardiovasculares, tumores, alterações do sistema nervoso e processos relacionados com o envelhecimento. Também ajuda a reduzir o colesterol, previne infeções dos aparelhos urinário e digestivo, ajuda a manter a memória e a combater a depressão, melhora a visão e é usado no tratamento de alguns sintomas e consequências da diabetes. Além de ser consumido ao natural pode ser usado em sumos, batidos, compotas, e outras preparações culinárias.

Foto: Thinkstock

Leia também: Como cultivar mirtilos

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar