Plantas Ornamentais

Tillandsia, uma beleza original

Tillandsia ionantha

As Tillandsias são um dos vários géneros da família botânica das bromélias, aquele que compreende maior numero de espécies — cerca de 500. São originárias das Américas do Sul e Central. Habitam em climas tão diferentes como as zonas tropicais húmidas, bosques e selvas chuvosas, ou zona áridas, desertos e montanhas, em todas as altitudes.

Características das Tillandsias

As espécies com folhas de fina espessura e lisas, habitam zonas mais chuvosas e sombrias, enquanto que as variedades com folhas mais grossas e texturadas, são oriundas de regiões mais secas e luminosas.

A principal característica destas plantas é a de que não necessitam de solo para cumprirem o seu ciclo de vida (embora algumas, poucas, espécies também cresçam em terra). A maioria das espécies tem as folhas cobertas de microcélulas – os tricomas – que lhes permitem processar os nutrientes contidos no ar através das folhas, com o auxílio da humidade. Vivem sobre os troncos de árvores e catos (sem as parasitarem) – epífitas -, ou sobre rochas – litófitas. Em boa verdade, nas suas regiões de origem, apenas não são vistas a crescer sobre metal.

Tillandsia tenuifolia
(surgimento de inflorescência)

Princípios base de manutenção

Belas exóticas de fácil adaptação a vários ambientes, as Tillandsias obedecem ao ciclo-base de vida das bromélias: manutenção- floração- reprodução. O que significa que, se conseguirmos manter uma bromélia em boas condições, ela irá florir e, subsequentemente, produzir rebentos, que, se mantidos em boas condições, irão por sua vez florir…Um ciclo que com facilidade se poderá observar nestas extraordinárias plantas

Existem espécies de Tillandsias que, embora em boas condições, dificilmente formam raízes e raramente florescem. Nestes casos, para atestar a boa forma da planta, será necessária uma observação especialmente atenta para verificar o estado da planta. De qualquer forma, cada espécie tem as suas particularidades. Descobri-las é um estimulante desafio para quem aprecia o mundo natural.

Flor prestes a abrir -Tillandsia setacea

Sinais de boa forma da planta

  • Planta com bom aspeto geral, a formar novas folhas (a partir do centro)
  • Formação de raízes
  • Floração. Em algumas espécies, as plantas “coram”,  blush effect  antes de se produzir a floração. As folhas centrais tornam-se avermelhadas, voltando a ficar verdes após terminada a floração.
  • Produção de rebentos

O aspeto geral da sua planta é o melhor indicador das suas necessidades.

Tillandsia xergraphica

Espécies mais comuns

1- Tillandsia Aeranthus

2- Tillandsia Ionantha

3- Tillandsia Usneoides

4- Tillandsia Cyanea

5- Tillandsia Bergeri

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Subscreva o canal da Jardins no Youtube e siga-nos no Facebook e no Instagram.

Poderá Também Gostar