Tarefas da Semana

Tarefas da semana: 31 de maio a 6 de junho

A chuva vai voltar o que é benéfico para a maior parte das plantas pois tem estado muito calor e grande parte das plantas têm-se ressentido e tem exigido um esforço de rega extra, principalmente as plantas anuais, hortícolas aromáticas e sementeiras recentes.

Esta chuva vai ser providencial para ajudar ao desenvolvimento de grande parte das culturas desta época.

No dia 31 é um bom dia para plantar ou semear as suas fruteiras 

Maracujá

Cultivar maracujá (Passiflora edulis) é muito fácil mesmo em vaso e para além de ser um fruto muito saudável e delicioso a sua flor é muito ornamental e uma excelente trepadeira para zonas com muito sol direto.

O género passiflora tem mais de 600 espécies conhecidas na sua maioria originárias da américa do Sul, Ásia e Oceânia. Existem também um grande número de cultivares e variedades muitas delas apenas ornamentais.

Também existem variedades de maracujá que não são trepadeiras, mas estas que vamos mostrar são.

São plantas que florescem normalmente na primavera e verão e frutificam no final do verão e início do outono.

Condições de cultivo

Necessita de zonas com muitas horas de sol direto e calor.

Precisam de mais de 11 horas de luz por dias nos meses de primavera e verão.

Um substrato muito bem drenado e rico em matéria orgânica (vamos usar um substrato para hortícolas que cumpre esses requisitos). 

Manutenção 

Necessita fertilizações regulares ricas em azoto e em potássio, para garantir um bom desenvolvimento e frutificação

Necessita de regas regulares nos meses de maior calor.

É uma planta que precisa de ser conduzida para ter apoio e aguentar o peso dos frutos.

O maracujá roxo é auto fértil mas o maracujá amarelo é autoestéril (precisa de pelo menos dois para haver polinização e garantir a frutificação). Para haver polinização é necessária a presença de insetos como abelhas ou vespas.

Nos dias 1, 2 e 3 é bom dia para plantar ou semear as suas raizes

Cenoura

As cenouras são fáceis de cultivar quer na horta quer em vaso ou floreira, são deliciosas e versáteis e também muito saudáveis e fáceis de consumir. A sua ramagem para alem de ser comestível é também muito decorativa.

Condições de cultivo

Gostam de zonas com alguma frescura, preferem a meia sombra e solos arenosos, leves e com alguma profundidade.

Como semear

Deve fazer a sementeira em local definitivo pois não se conseguem transplantar facilmente. Semeie em sulcos deixando 40 cm de afastamento entre linhas.

Pode cultivar em floreira que deve ser retangular e ter pelo menos 40 cm de profundidade para que as cenouras se consigam desenvolver em boas condições.

Propriedades medicinais e benefícios da cenoura

A cenoura é muito rica em vitamina A, C e E bem como em cálcio, potássio e sódio. É um legume anticancerígeno, depurativo, calmante, laxante e regenerador hepático.

O consumo da cenoura crua ou cozinhada está aconselhado para o combate e alivio de infeções pulmonares, esgotamento, obstipação intestinal, problemas de pele, problemas de visão, nervosismo, etc.

No dia 4 é um bom dia para plantar ou semear as suas flores 

Estrelícia

estrelícias

As estrelícias ou aves-do-paraiso, são plantas exóticas muito utilizadas nos jardins em Portugal e também muito usadas em grandes vasos ou floreiras.

Com estas plantas que são muito originais e também muito resistentes conseguem criar-se ambientes luxuriantes nos jardins. 

Há vários tipos de estrelícias mas as mais utilizadas são estas que aqui temos, a Strelizia reginae, que tem este nome em homenagem à rainha de Carlota Sofia (mulher do Rei Jorge III de Inglaterra), é uma planta arbustiva e que normalmente não cresce mais do que 1m de altura, tem floração cor de laranja da primavera até ao outono.

É uma planta que precisa de bastante espaço para se desenvolver, gosta de zonas com muito sol direto, substrato rico em matéria orgânica e bem drenado. 

A Strelizia nicolai é uma estrelícia gigante que muitas vezes é confundida com a bananeira, pois as folhas são parecidas.

Tem uma forma em leque muito original e que confere aos jardins um ambiente exótico, muito usada junto a piscinas em zonas de entrada, etc. Precisa de muito espaço para se desenvolver, pois pode atingir 6 m de altura.

Esta planta pode ser utilizada como planta de interior, mas deve ficar numa zona que tenha sol direto algumas horas por dia, deve ser plantada num vaso grande muito bem drenado e deve ter-se muita atenção ao aparecimento de pragas (nomeadamente a cochonilha, umas bolinhas brancas que parecem algodão).

Aí devemos atacar logo e pode ser com uma mistura caseira de 1l de água, 1 colher de sopa de detergente amarelo da loiça e uma colher de sopa de álcool, limpar com um pano mergulhado nesta solução ou pulverizar. 

Nos dias 5 e 6 de junho os dias ideais para plantar ou semear as suas folhas 

Ruibarbo

O ruibarbo é uma planta muito antiga, com muitas propriedades quer gastronómicas quer medicinais. 

É uma planta que tem a vantagem de estar muito bonita no inverno e acaba também por ser ornamental com os seus caules encarnados, como é uma planta que se mantém de uns anos para os outros, acaba por ser uma planta que compõe a horta durante o ano todo.

Condições de cultivo

Adapta-se a qualquer tipo de solo, desde que seja bem drenado e enriquecido em matéria orgânica. Gosta de zonas com muitas horas de sol direto por dia.

Como semear

Esta é a época certa para começar as suas sementeiras, pode fazer a sementeira em tabuleiros e transplantar mais tarde.

Se semear diretamente no terreno deve deixar 90 cm de distância entre linhas e entre plantas, pois é uma planta com um crescimento grande.

Propriedades medicinais e gastronómicas do ruibarbo

É muito utilizado na industria farmacêutica como matéria prima na produção de medicamentos. Também  é usado na indústria das bebidas para a produção de licores e tónicos digestivos. A nível gastronómico, é muito versátil.

Tem uma acidez natural que é ideal na preparações doces, compotas, tartes, batidos e sobremesas. É também muito utilizado em saladas, na preparação de molhos, vinagretes, sopas e pratos salgados.

A tarte de ruibarbo é um clássico da gastronomia americana.

Gostou deste artigo?
Então leia a nossa Revista, subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.


Poderá Também Gostar