Hortícolas e Frutícolas

Hortícola do mês: o Alho

Apesar de ser uma cultura de estação fresca é exigente em luz para formação e crescimento do bolbo. Conheça todas as características do alho:

Altura: 0,3- 0,5 m

Época de sementeira: O alho é propagado exclusivamente por via vegetativa, uma vez que não dá semente. A instalação da cultura deve ser feita a uma profundidade de 5 cm de forma manual ou mecânica, durante os meses de novembro e dezembro.

Local de cultivo aconselhado: Prefere regiões de temperatura moderada, tanto no inverno como no verão. Necessita temperaturas altas e muitas horas de sol direto por dia. Prefere solos ligeiros e bem drenados, com valores de pH até 5,5 e com uma profundidade superior a 45 cm.

Manutenção: Muito sensível à competição com as infestantes, é importante na fase inicial do crescimento fazer a monda. A aplicação de composto, isento de pragas e doenças, tem efeitos benéficos na cultura.

Alho.

O alho (Allium sativum L.) é uma planta que pertence à família das Liliáceas, tal como as cebolas, as chalotas e o alho-francês.

Originário das regiões montanhosas da Ásia Central, o alho manteve-se tradicionalmente associado a um alimento com propriedades medicinais. O alho como hortícola de bolbo (dentes de alho) comercializa-se fresco ou desidratado.

Condições ótimas de cultivo

O alho é uma cultura de estação fresca que prefere regiões de temperatura moderada, tanto no inverno como no verão. A temperatura ótima para a formação do bolbo varia entre os 25 °C e os 30 °C.

A luminosidade durante a formação e o desenvolvimento do bolbo é um fator muito importante de forma a obter um crescimento equilibrado dos bolbilhos.

O desenvolvimento da cultura é potenciado por solos ligeiros e bem drenados, com valores de pH até 5,5 e com uma profundidade superior a 45 cm.

Plantação

O alho é propagado exclusivamente por via vegetativa, uma vez que não dá semente. A instalação da cultura deve ser feita a uma profundidade de 5 cm, de forma manual ou mecânica, durante os meses de novembro e dezembro.

O ciclo cultural prolonga-se até 7-8 meses, até à colheita em julho. Antes da plantação é necessário separar os dentes do bolbo. A plantação pode ser feita com uma distância entre plantas de 18 cm e espaço entre filas de 30 cm.

Mas os benefícios do alho vão muito para além da saúde humana: como cultura consociada, previne muitas pragas dadas as suas características de repelente. Consociações favoráveis: aipo, alface, beterraba, cenoura, couve, morango, pepino, tomate.

Cuidados culturais

A cultura do alho é muito sensível à competição com as infestantes devido ao seu lento crescimento inicial. É importante que nesta fase inicial do crescimento não haja competição com outras plantas.

A fase crítica da rega é no crescimento do bolbo, e como tal, a cultura deve ser regada com regularidade na fase de implementação e desenvolvimento. Na parte final do ciclo cultural, a rega deve ser interrompida para favorecer a desidratação das escamas do bolbo.

É uma cultura pouco exigente em fertilização, no entanto, a aplicação de composto, isento de pragas e doenças, tem efeitos benéficos na cultura.

Para uma boa sanidade da cultura do alho, devem praticar-se rotações longas, de preferência superiores a cinco anos, sem inclusão de Liliáceas.

Colheita e conservação

A colheita dos alhos realiza-se quando as folhas começam a secar, retirando-se o bolbo com cuidado. Em climas quentes e secos, os bolbos podem ficar no campo a secar, protegidos pelas folhas.

Para conservar as cabeças de alho durante vários meses é frequente fazer-se uma trança com as folhas e pendurar em local seco com temperatura inferior a 20 °C.

O alho é das culturas com mais propriedades medicinais nas nossas hortas. Entre várias virtudes, reduz o colesterol e a pressão arterial, reforça o sistema imunitário e é anti-cancerígeno.

Gostou deste artigo?
Então subscreva o canal da Jardins no Youtube, e siga-nos no Facebook, Instagram e Pinterest.

Poderá Também Gostar