Bambus: ambiente moderno e exótico

Os Bambus podem ser utilizados nas mais diversas situações e estilos de jardins, combinando facilmente com outro tipo de plantas. Têm uma grande variedade de formas, tamanhos e cores e são de fácil manutenção.

No mundo dos Bambus existem espécies anãs (que crescem até 1,5 m), médias e gigantes (que ultrapassam os 9 m). Existem mais de 1000 espécies, algumas de crescimento muito rápido, chegando a crescer 1metro por dia. Na Ásia o Bambu é muito utilizado como alimento ou para a construção (jangadas, casas, pavimentos, instrumentos musicais, entre outros).

Algumas vantagens dos bambus no jardim:
  • Transmitem um estilo exótico ao jardim;
  • A folhagem persistente permite a manutenção do estilo o ano inteiro;
  • Ajudam na fixação dos solos em encostas e zonas de maior erosão;
  • São muito funcionais como corta-vento, vedações ou sebes;
  • Grande variedade de espécies que permite a criação de vários tipos de design;
  • Manutenção fácil;
  • Utilização em vasos, terraços, varandas, canteiros mistos, ao sol ou à sombra.

Plantação

O melhor período para a plantação de bambus é no final do verão e durante o outono, onde os solos ainda têm uma boa temperatura para o desenvolvimento dos rizomas e permitem um bom começo para o crescimento desta planta.

O solo deve ser leve e bem drenado, preferencialmente com um pH ácido a neutro, embora também cresçam em terrenos alcalinos.

Utilização

Sebes: Os Bambus são plantas boas para utilizar em sebes porque têm um crescimento rápido, criam uma estrutura densa, uniforme e resistente e têm uma folhagem perene todo o ano. Podem ser podados apenas uma vez por ano com o aparecimento das novas hastes, à altura desejada.

Ambientes interiores: Muitos Bambus adaptam-se bem em vasos interiores, com a vantagem de poder-se controlar e confinar a sua propagação. Para criar bambus no interior deve-se ter em atenção à luz e humidade. A primeira deve existir na ordem mínima dos 1800LUX e a humidade deve ser de 70% ou mais.

Se optar por cultivar os bambus em vasos, deverá ter em atenção aos seguintes fatores:

Drenagem: fundamental para o desenvolvimento desta planta. Os vasos devem estar furados para permitir que a água escoe livremente. Pode conseguir este efeito colocando gravilha no fundo do vaso. No caso dos vasos com sistema de autorrega, nunca deixe chegar ao máximo do limite do indicador.

Substrato: À base de turfa ou fibra de coco (cerca de 50% a 60%), 20% de substrato cultivável e o restante com areia. Fertilize com adubos á base de azoto de libertação lenta.

Reenvasar: Para manter o vigor dos bambus nos vasos, devem ser separados e reenvasados em cada dois ou três anos. Algumas espécies de Bambus são muito evasivas e a sua multiplicação que é feita por rizomas, pode originar rebentos nos locais mais indesejados. Existem no mercado as chamadas barreiras antirrizomas que são fáceis de colocar e que irão controlar este problema. Em alternativa pode cavar uma vala de 30 cm de profundidade em volta da plantação dos bambus, tendo o cuidado de cortar os rizomas que tentem atravessá-la. Para facilitar este trabalho, construa a vala inclinada, para que mais facilmente detete o rizoma que a atravessa.

Rega

A quantidade de água e a frequência com que se regam os bambus está dependente do tipo de solo, precipitação, humidade atmosférica, vento, etc. Os bambus podem ser regados por sistema de gota-a-gota ou por aspersão, conforme as condições de cada local.

Poda

Os bambus podem ser podados para aumentar a densidade da folhagem, para lhes dar a forma desejada ou apenas para reduzir o tamanho dos mesmos. De preferência deve podar após o crescimento dos rebentos novos, quando surgem as primeiras folhas.

Forma e desenvolvimento

A forma de desenvolvimento dos bambus divide-os em espécies que formam maciços e que dispersam. Para escolher as espécies que podem atingir a forma que pretende, a tabela seguinte poderá ajudar:

Fotos: Thinkstock

Gostou deste artigo? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Pinterest e subscreva o nosso canal no Youtube

Poderá Também Gostar